Com ginásio cheio, Gigantes dão show de irreverência em Corumbá

Com o ginásio do Corumbaense Futebol Clube lotado, os Gigantes do Norte deram um verdadeiro show de bola e simpatia. O público, formado por dezenas famílias inteiras e muitas crianças, vibrou a cada lance do amistoso realizado entre o time de Belém do Pará e o selecionado feminino da cidade. A festa começou já na apresentação, quando os Gigantes, time formado exclusivamente por jogadores com nanismo (anões), entraram um a um em quadra. Já pelo aquecimento, os torcedores puderam comprovar a intimidade deles com a bola. Embaixadinhas, elásticos, lambretas e outros dribles estavam no repertório da equipe.

Com o início do jogo, outra qualidade dos paraenses ficou evidente. O toque de bola refinado e o entrosamento entre os atletas tiraram muitos aplausos das arquibancadas. O mais atrevido em quadra era também o menor de todos. Mesmo medindo menos de 1 metro, Vagner Love demonstrou muita habilidade, velocidade e um chute forte de direita, qualidades que o transformaram no xodó da torcida. Quando ele dominou a bola e subiu nela com os dois pés, como um malabarista nato, o ginásio foi a loucura. Entre outras fintas, dribles e tentativas de gols, o primeiro tempo terminou empatado em 0 a 0.

Na etapa complementar, os gols começaram a sair. O primeiro foi do goleiro Léo Moura, que também fez ótimas defesas. E quando a enfermeira do Samu entrou em quadra para atender um dos pequenos, que reclamou de contusão, todos os outros também foram para chão. Até os que estavam no banco de reservas quiseram ser socorridos. Em outro momento, quando o árbitro marcou uma falta duvidosa, eles foram para cima dele tomar satisfação. Ao serem repreendidos pelo juiz, correram para fora de quadra, buscando refúgio nos braços da torcida.

Claro que tudo isso foi só parte da festa, assim como a barreira formada por quatro homens, um em cima do outro. Os gigantes ainda fizeram mais 3 gols. Em cada um deles, uma camisa de um clube carioca era mostraram aos torcedores. Sob o uniforme, Lovinho trouxe a camisa do Corumbaense. Capacidade, um dos fundadores do Gigantes, presenteou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) com uma camisa de outro alvinegro, o Botafogo, assinada por todos os atletas.

"Tivemos uma grande noite. Foi um momento de alegria, de entretenimento e solidariedade. A equipe do Gigante está de parabéns, mostraram além de muita alegria, técnica e habilidade nas quadras. A iniciativa desses jogadores em montar um time de futebol foi ótima. Eles mostram que a condição física deles não impede que pratiquem o esporte e, diga-se de passagem, de maneira esplêndida, mostrando muita garra e superação", comentou o prefeito depois do apito final.

Presente no ginásio, o deputado estadual Paulo Duarte também elogiou a atitude dos paraenses. "Foi uma bela festa, bonita, alegre e também uma atividade para mostrar as pessoas que todo mundo, independente de suas limitações, pode levar uma vida normal. Essas pessoas, que poderiam sobreviver com alguma dificuldade, alguma tristeza, estão aqui jogando futebol e alegrando a população corumbaense", afirmou o parlamentar, que destacou ainda a lição de vida que o Gigantes do Norte deixaram para os corumbaenses.

"Eles provaram que todo mundo pode fazer praticamente qualquer coisa, basta querer, ter força de vontade e determinação. Foi uma festa contra o preconceito. Não é porque essas pessoas são baixinhas que devem ser tratados de forma diferente, de forma exclusiva. Eles provaram isso aqui, onde até viraram ídolos da garotada. Todo mundo querendo foto, autógrafo e eles atendendo todos com muita simpatia", completou Paulo Duarte.

Para o diretor-presidente da Fundação de Esportes de Corumbá (Funec), Heliney Miranda Júnior, a presença do público demonstrou também a solidariedade dos pantaneiros. "A população entendeu, veio, brincou e entrou no espírito do evento. Foi um jogo festivo, na verdade um show. Os Gigantes brincaram bastante com o público, que correspondeu vibrando muito do primeiro ao último minuto. Fomos premiados com uma grande festa, que vai permitir ainda que uma instituição da cidade seja contemplada com os alimentos arrecadados aqui".

A atuação da equipe feminina foi outra característica bastante elogiada. "Temos que ressaltar a participação das meninas, que jogaram o tempo todo dentro do espírito de alegria desta brincadeira", afirmou Miranda. "Também está de parabéns o time de Corumbá, que jogou com tranqüilidade, soube entrar no clima festivo, jogar de forma amistosa e mostrou que a cidade tem uma boa equipe de futsal", complementou Paulo Duarte. "Temos que reconhecer que elas também jogaram muito bem. São habilidosas e mostraram a garra e a categoria delas", reforçou o prefeito Ruiter. O confronto terminou em 4 a 1 para os Gigantes.