Procura ao Procon cresceu 357% no primeiro semestre de 2011

Balanço divulgado nesta terça-feira (05) pela Gerência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) indica um crescimento de 357,29% nas reclamações feitas pelos consumidores de Corumbá em 2011. De 01 de janeiro a 30 de junho deste ano, foram registrados 695 atendimentos, contra 192 reclamações no mesmo período de 2010. Para o advogado Alexandre Carmo Taques Vasconcelos, gerente do Procon, o crescimento reflete a credibilidade que o órgão apresenta junto a comunidade.

"As pessoas tomaram conhecimento do Procon. Perceberam que aqui podem encontrar uma solução mais rápida para seus problemas. Algumas situações podem ser resolvidas de forma bem rápida que na Justiça Estadual", afirmou Alexandre. De acordo com o Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (SINDEC), ao qual Corumbá está inserido desde o ano passado, as campeãs de reclamação na cidade são, pela ordem: empresas telefônicas; concessionária de energia; concessionária de água; bancos; operadoras de cartão de crédito; e telefonia móvel.

Procon

Além planejar, elaborar, propor, coordenar e executar as políticas municipais de proteção e defesa do consumidor, a Gerência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor também tem a função de orientar e informar a população da cidade através de ações, como esta realizada no CRAS II. "Estamos à disposição de associações de moradores, entidades de classes, escolas eu quem mais possa necessitar de um aprofundamento do CDC", frisou Alexandre Vasconcelos.

O Procon atende na rua Quinze de Novembro, 400, Centro de Corumbá, na Casa da Cidadania. Uma equipe composta por onze servidores está à disposição da população das 7h30 às 17 horas, sem intervalo de almoço. Os consumidores também podem recorrer ao telefone (3907-5431 e 3907-5332) para esclarecer qualquer dúvida.