Município oferece cirurgia para pacientes com fraturas faciais

Um procedimento odontológico vem devolvendo o sorriso aos rostos de pacientes que sofreram fraturas na face. Implantada e em execução desde 2009 no Pronto-Socorro de Corumbá, a cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial, realizada pela rede pública de saúde, proporciona tratamento especializado e conforto às vítimas que sofreram danos no terço facial, que começa na altura dos olhos e termina na ponta do queixo. Entres os benefícios, estão a prevenção de hemorragias e infecções, além do ganho estético com a reconstrução facial.

A iniciativa é destinada para pacientes que tiveram um ou mais ossos quebrados em consequência de acidente. O profissional realiza uma cirurgia com duração média de cinco horas, quando é feita a reconstrução de vasos sanguíneos, extração de dentes (quando necessário) e correção das deformidades. "O paciente chega ao Pronto Socorro e realizamos vários exames e diagnósticos para verificar a urgência da reconstrução. Dependendo do caso, ele vai para o procedimento naquela mesma hora", explicou o cirurgião dentista Ricardo Zafalon. A demora no atendimento poderia ocasionar risco de vida, por conta de perda sanguínea ou surgimento de infecções.

Antes de 2009, o atendimento somente poderia ser feito em Campo Grande até mesmo em casos urgentes. Os pacientes chegam com fraturas faciais após se envolverem em acidentes no trânsito, sendo que os motociclistas lideram o ranking de ocorrências, seguidos por agressões, acidentes de trabalho ou quedas. Segundo Ricardo, o número de procedimentos cirúrgicos vem aumentando. "Somente nos meses de abril e maio deste ano realizei 14 cirurgias. Em anos anteriores chegava a fazer uma por mês", observou o único profissional, até o momento, habilitado a realizar o tratamento em Corumbá.

"Temos situações em que precisamos de certa estabilidade do paciente para realizar a cirurgia, o que pode demorar alguns dias. Geralmente são casos menos graves os quais acompanhamos a estabilização e depois realizamos o procedimento com segurança", complementou o cirurgião dentista que enumera os vários benefícios do ato cirúrgico. "Reconstruímos o rosto da pessoa, além de devolver o sorriso, tem a questão da alimentação e respiração". Quando há perda de dentes, o paciente é encaminhado para o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), mantido pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde. Na unidade, ele recebe os tratamentos necessários.

A cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial é apenas mais uma das especialidades que Corumbá oferece à população. Um convênio entre a Prefeitura e o Hospital de Caridade possibilitou o aperfeiçoamento do atendimento odontológico aos portadores de necessidades especiais (PNEs), oferecido pela rede pública de saúde. O procedimento que anteriormente também era feito apenas em Campo Grande hoje é executado na cidade. Para o gerente de Saúde Bucal do Município, Zacaria Yahya Mohamad Omar, a Prefeitura está atenta à demanda no principal Pronto-Socorro da região pantaneira. "De acordo com a necessidade da população, estaremos agregando novas especialidades odontológicas de urgência e emergência", afirmou.