Corumbá realiza Conferência de Políticas para Mulheres em agosto

Está prevista para os dias 29 e 30 de agosto a
realização da 3ª Conferência Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres,
organizada pela Prefeitura de Corumbá, por meio da secretaria especial de
Integração das Políticas Sociais e da gerência de Articulação das Políticas
Públicas para as Mulheres. Durante o encontro, entidades ligadas aos direitos
do público feminino, conselhos e organizações não governamentais poderão
discutir ações voltadas à construção da igualdade, tendo como
perspectiva o fortalecimento da autonomia econômica, cultural e política das
mulheres.

A etapa municipal visa também fazer um
balanço do que já foi conquistado em edições anteriores e elaborar novas
políticas públicas para as mulheres. O tema deste ano trata do desenvolvimento da
autonomia do público feminino para que possam contribuir para a erradicação da
extrema pobreza e exercício da cidadania no Brasil. A melhoria de vida também
será o tema da 3ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres marcada
para os dias 12, 13 e 14 de dezembro, em Brasília.

Conforme a gerente de Articulação das
Políticas Públicas da Mulher, Lucinéia Barreto, várias melhorias já foram
alcançadas por conta da realização dos encontros. "Foi por meio das
conferências que conseguimos o Centro de Atendimento da Mulher, que está em
fase de implantação, além de abrigos, centros de referência entre outras
melhorias", contabilizou. A etapa municipal da Conferência prevê também a
eleição das delegadas que vão fazer parte da Conferência Estadual, marcada para
os dias 28 e 29 de outubro. 

As conferências,
nas etapas municipais, estaduais e nacional, irão definir as prioridades de
políticas para o próximo período tendo como base a avaliação, atualização e
aprimoramento das ações e políticas propostas no II Plano Nacional de Políticas
para as Mulheres. A temática proposta para a 3ª CNPM deverá ser discutida
considerando a realidade municipal e estadual, na perspectiva da definição de
uma plataforma de políticas para as mulheres no seu âmbito, e tendo como
objetivo a criação e fortalecimento de organismos de políticas públicas para as
mulheres.