Com festa, famílias de novo conjunto encerram atividades sociais

A tarde de quinta-feira foi de festa para as famílias reassentadas pela Prefeitura de Corumbá no Conjunto Habitacional Ana de Fátima Brites Moreira. Na Escola Municipal Clio Proença, crianças e adultos participaram de uma atividade social que marcou o encerramento de uma série de ações desenvolvidas pelo Poder Executivo, envolvendo todas as 274 famílias que já estão residindo no local, dotado de 800 residências construídas por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC – Casa Nova) do Governo Federal, em parceria com o Município.

O evento foi durante toda a tarde de quinta-feira, à cargo da equipe técnica social do PAC Casa Nova, e contou com ações educativas para o trânsito, a cargo de uma equipe da Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat). Além disso, ocorreram também apresentações do grupo de teatro do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), bem como do o grupo Dançar't, do CRAS I, e distribuição de prêmios às crianças e adultos, inclusive produtos artesanais fabricados pelos próprios moradores durante as oficinas desenvolvidas no período.

A assistente social Luciane Andreatta de Castro, responsável técnica social do PAC, informou que a atividade marcou a conclusão de uma intensa programação desenvolvida para todas as 274 famílias reassentadas no novo conjunto, oriundas das localidades do Cravo Vermelho III, antigo lixão do Cravo Vermelho I, Prédio da Alfândega, Loteamento Lar para todos e Morro do Cruzeiro II. "Todos residiam em condições precárias e o novo conjunto cumpriu o seu objetivo, proporcionando condições dignas de moradia a estas famílias", disse.

A assistente social observou que, além de passar a residir em condições dignas, as famílias reassentadas passaram por uma série de atividades como cursos profissionalizantes, de geração de renda e palestras sobre assuntos variados. "Os novos moradores, por exemplo, puderam acompanhar de perto a construção das casas, com orientação das profissionais que integram a equipe técnica social; participaram de cursos profissionalizantes e de geração de renda nas áreas de culinária, atendimento, oficinas de corte de costura, cursos de informática, artesanato, além de palestras sobre educação sanitária, tratamento correto para o lixo, planejamento familiar, prevenção a doenças e blitze educativas no trânsito", informou.