Em Corumbá, seminário estadual vai debater o combate às drogas

Corumbá sedia nos dias 1º e 2 de julho o Seminário Estadual de Políticas
Públicas de Combate às Drogas. O evento será realizado no Centro de Convenções
do Pantanal Miguel Gómez e pretende promover o debate sobre a necessidade de
ações para o combate, prevenção e recuperação dos efeitos causados por diversas
substâncias ilícitas e, principalmente o crack. O encontro é coordenado pela
Comissão Especial de Políticas Públicas de Combate às Drogas da Câmara dos
Deputados e conta com a parceria da Prefeitura Municipal.

A programação do evento ainda está sendo fechada, porém estará no centro das
discussões a presença dos entorpecentes nas cidades brasileiras e,
principalmente, as consequências do uso de substâncias derivadas da pasta base,
tais como cocaína, oxí e crack. Essa última está presente em 98% dos municípios
de acordo com levantamento realizado pela Confederação Nacional dos Municípios
(CNM). O evento, que será realizado em todo o Brasil, é coordenado em Mato Grosso do Sul
pelo deputado federal Fábio Trad (PMDB- MS) com o auxilio do também deputado
federal sul-mato-grossenses Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS).

O Seminário vai reunir todas as instâncias da sociedade sul-mato-grossense,
para que juntos possam encontrar políticas públicas de enfrentamento ao consumo
de crack bem como a necessidade da prevenção, a exemplo das ações educativas,
tratamentos específicos e programas de reinserção dos usuários na
sociedade.  Após o primeiro seminário nos dias 1.º e 2 de julho em
Corumbá, os estados de Alagoas, Piauí e Rio Grande do Norte também sediarão o
debate. Para setembro estão agendados os seminários nacional e internacional no
Congresso Nacional.

Tratamento

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, possui
programas e apóia instituições que levam orientação para a população sobre os
perigos das drogas, realiza tratamentos para dependentes químicos e
atendimentos aos familiares e amigos dos usuários. Entre os órgãos da
Administração Municipal estão o CAPS-AD e o programa Habilitar, voltado para
crianças e adolescentes. Em 2010,
a Associação de Pais e Amigos de Prevenção e Assistência
aos Usuários de Drogas de Corumbá e Ladário (Aclaud) recebeu recursos do Fundo
Municipal de Investimento Social (FMIS) no total de R$ 40 mil para adquirir materiais
de consumo e R$ 60 mil para reforma, aquisição e instalação de equipamentos da
sala de informática.