Corumbá disponibiliza 16 postos na vacinação contra a poliomielite

O Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite em Corumbá foi aberto às 8 horas e acontece em 15 unidades de saúde, além de uma escola (Fernando de Barros). A meta é imunizar 9,2 mil crianças com menos de cinco anos contra a paralisia infantil e para cumprir este objetivo, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, está disponibilizando mais de 250 profissionais durante todo o dia, para atender a demanda.

A procura tem sido grande desde as primeiras horas do dia. No Centro de Saúde da Ladeira Cunha e Cruz, próximo ao Rio Paraguai, as mães começaram a chegar uma hora antes da abertura da vacinação, que foi feita pelo secretário Lauther Serra. Conforme ele, isto demonstra que todos estão atentos e cuidando da saúde dos filhos. "A vacina é importante e evita transtornos no futuro. Por isso é importante as mães trazerem seus filhos para receber a primeira dose", disse.

Laicy Kaiba atendeu o chamamento e, por volta das 07 horas, chegou à unidade de saúde com a filha Evelym Nicole, de um ano e três meses, para receber a primeira dose da vacina. "É importante para a saúde da minha filha", destacou, mostrando a caderneta de vacinação com todas as vacinas em dia. Ela foi a terceira ser atendida no Centro de Saúde da Ladeira. A primeira foi Nilma Ferreira dos Santos, que levou o filho Matheus, de dois anos e dez meses. "Temos que tomar todos os cuidados para a boa saúde dos nossos filhos", afirmou, destacando que o mesmo acontece com os outros dois filhos, um de oito anos e a caçula, com apenas 10 meses.

De acordo com o responsável pelo núcleo de imunização da Prefeitura, enfermeiro Wangley Bento de Campos, as unidades de saúde estão disponibilizando também outras doses de vacinas, como a H1N1. "Em quase todo o Brasil, junto com a campanha de vacinação contra a poliomielite, estão sendo aplicadas doses da vacina contra o sarampo. No Mato Grosso do Sul isto não está acontecendo. Iremos vacinar somente no dia 13 de agosto, quando da segunda etapa da campanha contra a pólio", explicou.

Wangley acredita que a meta, mais uma vez, será cumprida em Corumbá. Conforme ele, somente na primeira semana, de segunda a sexta-feira, 1.660 já haviam sido imunizadas, 17,94 % do previsto. Lembrou que as doses da vacina Sabin, que previne contra a paralisia infantil, estão disponíveis em 16 postos de vacinação até às 17 horas, e que o trabalho terá sequência nos próximos dias, nas unidades de saúde. Além disso, uma equipe móvel está atendendo o Presídio Feminino, e as crianças que se encontram internadas em hospitais ou clínicas "receberão a vacina após a alta, para evitar possíveis eventos adversos", disse Wangley. A única contra-indicação é para crianças que estiverem com febre ou hospitalizadas.

As doses estão disponíveis nas Unidades de Estratégia Saúde da Família Dom Bosco (Al: Laranjeira s/n B. Dom, Bosco); Beira Rio (Rua: Delamare s/n Centro); Luiz Fragelli (Rua: Eugênio Cunha – B. Universitário); Gastão de Oliveira (Rua: Nossa Senhora Conceição – B. Maria Leite); Vitória Régia (Bairro – Vitória Régia); Fernando Moutinho (Rua: Rio Grande do Sul – Cristo Redentor); Kadweus (Rua: Ciríaco de Toledo – Bairro – Kadweus); Dr. Paulo Maissato (Rua: Ciríaco de Toledo – Nova Corumbá); São Bartolomeu (Rua: Pernambuco – Bairro João de Deus); Dr. Humberto Pereira (Rua: Luiz Feitosa Rodrigues – N. S. de Fátima); Aeroporto (Rua: Ciriaco de Toledo – Bairro Aeroporto); Centro de Saúde da Mulher (Rua: 15 de Novembro – Centro); Centro Saúde da Ladeira Cunha e Cruz (Rua: Ladeira Cunha e Cruz – Centro); Escola Municipal Fernando de Barros (Rua: Oriental – Bairro: Centro América); Cervejaria (Rua: Tamengo – Bairro: Cervejaria) e Breno de Medeiros (Rua Ciríaco de Toledo s/n – Bairro Popular Nova).