Fiscais atuam no centro para coibir comércio ilegal nas calçadas

Fiscais de Postura da Prefeitura de Corumbá iniciaram esta semana, monitoramente de toda a região central da cidade, para evitar comércio ilegal pelas calçadas, praticado por ambulantes. Os serviços fazem parte de uma estratégia adotada pela Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos, por meio da superintendência de Serviços Urbanos, e contam com apoio da Guarda Municipal. A intenção é evitar prejuízos aos comerciantes estabelecidos na região, que pagam seus impostos e sofrem com a concorrência desleal dos ambulantes, bem como manter livre as calçadas que, quando ocupadas pelos vendedores, acabam prejudicando o trânsito de pedestres.

Na manhã desta quinta-feira (26), o superintendente Gerson da Costa Melo explicou que o monitoramente segue uma orientação do prefeito no sentido de se evitar que os ambulantes montem suas estruturas pelas calçadas, comerciando livremente, muitas vezes até produtos importados, de forma irregular, ferindo o Código de Postura do Município. "Nossa equipe, formada por Fiscais de Postura com apoio da Guarda Municipal, está fazendo este monitoramente pela manhã e à tarde, para coibir que os vendedores ambulantes se estabeleçam nas calçadas. É feita uma orientação e a apreensão das mercadorias só acontece em caso de desobediência, se eles insistirem em comercializar seus produtos de forma ilegal", disse.

Gerson adiantou que grande parte dos ambulantes que se estabelece nas calçadas do centro comercial, é de origem boliviana. Por isso mesmo foi mantido contato com o cônsul da Bolívia em Corumbá, para desenvolvimento de um trabalho em parceria, visando conscientização dos comerciantes do país vizinho, para evitar o comércio em locais proibidos. Observou que já existe um local regularizado para atender tanto os bolivianos como brasileiros, a Feira Brasbol, para venda de produtos artesanais, produzidos nos dois países.