Caminhada marca campanha contra violência infantil em Corumbá

Corumbá realiza nesta quarta-feira (18), uma caminhada pelas principais ruas da cidade, que vai marcar o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O ato esta programado para às 16 horas, com saída no Ginásio Poliesportivo Lucilio de Medeiros, e encerramento na Praça da Independência. É uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, com apoio de parceiros.

A caminhada faz parte da programação da Campanha Municipal de Combate e Enfrentamento à Violência e ao Abuso Sexual contra Crianças e Adolescentes aberta no dia 03 de maio pelo secretário de Assistência Social Haroldo Ribeiro Cavassa, para combater de forma veemente, um problema que afeta diretamente a população infantojuvenil, a violência e o abuso sexual. Além da caminhada, está prevista também a divulgação dos vencedores do concurso de frases.

A programação vai até esta quarta-feira e contou com uma série de palestras nas escolas corumbaenses; concurso de frases entre os estudantes, com apoio da Secretaria de Educação; distribuição de panfletos nas áreas de atuação das equipes dos CRAS, das Estratégias de Saúde da Família, bem como na fronteira com a Bolívia e na entrada da cidade, com apoio da Secretaria de Saúde; distribuição de faixas e cartazes nos ônibus, hotéis, barcos e pontos estratégicos com grande fluxo de pessoas, com apoio AGETRAT e Fundação de Cultura e Turismo; adesivagem na parte central da cidade com as equipes da secretaria, CRAS e CREAS, com apoio dos conselhos municipais de Assistência Social, Direitos das Crianças e Adolescentes, da Mulher e da Agetrat.

A campanha tem participação das secretarias Especial de Integração das Políticas Sociais, Saúde e Educação; Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat); Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal; Delegacia de Atendimento à Infância e Juventude (DAIJ); Conselhos Municipais de Assistência Social, da Criança e do Adolescente, da Mulher e Tutelar; Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS); Programa Medidas Socioeducativas; Comissão Municipal de Enfrentamento a Violência de Crianças e Adolescentes (PAIR); Albergue, e das Casas de Acolhimento.