Atividades culturais celebram o Dia da Abolição da Escravatura

Roda de samba, capoeira, hip hop e grafitagem foram algumas das atrações apresentadas no Jardim da Independência para celebrar o Dia da Abolição da Escravatura, lembrado nesta sexta-feira (13). A Prefeitura de Corumbá, por meio da Gerência Promoção da Igualdade Racial, em parceria com a Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal e Secretaria Municipal de Educação, levou apresentações culturais para lembrar a data que marca a libertação dos escravos em todo o país.

Com foco recreativo e educativo, as pessoas que passaram pelo praça puderam ver um pouco das raízes africanas que já fazem parte do cotidiano da população. Os alunos da Oficina de Dança do Pantanal apresentaram coreografias de Hip-Hop, ritmo que começou em comunidades jamaicanas, latinas e afro-americanas na cidade de Nova York, nos Estados Unidos. Houve também apresentação de Maculelê, dança folclórica com influência direta dos povos Africanos.

A Capoeira e a Roda de Samba completaram as atrações que buscam manter viva a cultura negra em Corumbá. "Hoje é um dia de reflexão sobre os avanços das políticas de promoção da igualdade racial em todo o país", comentou o assessor de promoção da igualdade racial, Rogério César dos Santos. Entre as conquistas enumeradas estão a conscientização da população brasileira sobre os direitos do povo afrodescendente e o Plano Nacional da Igualdade Racial, apoiado pelo Governo Federal.

A programação comemorativa segue nesta sexta-feira com palestras sobre saúde e prevenção para os moradores da alameda Vulcano, onde está localizada uma comunidade quilombola. A atividade começa às 18h. Participaram do evento cultural dessa manhã a secretária especial de Integração das Políticas Sociais, Beatriz Cavassa de Oliveira, superintendente de Cultura, José Antonio Garcia e alunos do projeto Segundo Tempo da escola municipal Caic e membros da Central Única de Favelas de Corumbá (Cufa).