Viaduto da 13 de Junho toma forma e começam serviços no 2º vão

A empresa responsável pelas obras do viaduto da Rua 13 de Junho já está trabalhando no sentido de instalar outras 16 vigas no segundo vão. O primeiro foi concluído no final da semana passada e esta nova etapa será iniciada logo após a conclusão da montagem da trelissa lançante, equipamento responsável pela condução das vigas sobre os pilares. É o que informa o secretário de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos, engenheiro Ricardo Ametlla, lembrando que após a instalação das 48 vigas, será feita a concretagem da pista, para recebimento do pavimento asfáltico.

Para o início desta nova etapa do viaduto, a empresa responsável está aguardando a chegada de mais uma parte do equipamento responsável pela condução das vigas até o vão. O secretário lembra que são três vãos e, cada um, receberá um total de 16 peças, cujo peso individual é de 17 toneladas. A expectativa é que toda estava etapa esteja concluída até o mês de maio, visando início da concretagem do viaduto, para implantação do pavimento final.

O viaduto da 13 de Junho está sendo implantado sobre o vão existente entre as ruas Firmo de Matos e Luiz Feitosa, ligando o centro de Corumbá ao Bairro Arthur Marinho e adjacências. Os investimentos no local somam R$ 2.979.271, recursos próprios e oriundos do Governo Federal, viabilizados pelo deputado Estadual Paulo Duarte (PT). Terá 90 metros de extensão por 12 metros de largura, além de calçadas nos dois lados.

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) destaca que a obra é fundamental para garantir maior acessibilidade e mobilidade urbana. Com a conclusão, a Rua 13 de Junho será uma nova alternativa para o tráfego de veículos e de pedestres na região, desafogando o tráfego da Rua Dom Aquino, considerado o mais intenso de toda a área urbana do município e que está estrangulado, pelo fato de ser uma das únicas opções de acesso à Bolívia. Além de permitir maior fluidez ao trânsito local, vai se tornar uma ligação mais rápida e segura com o país vizinho.