Prefeitura busca parceiros para ampliar atendimento no Habilitar

O subsecretário de Relações Institucionais de Corumbá, Lamartine de Figueiredo Costa, se reuniu na semana passada com representantes da BR Distribuidora e da Petrobras para buscar parceiros para o Habilitar, programa desenvolvido e mantido pela Prefeitura para recuperar crianças e adolescentes dependentes de drogas. A reunião aconteceu no dia 18 de abril no Rio de Janeiro. "Este projeto faz parte da política pública implementada pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) para combater o consumo de drogas e reinserir estes jovens de volta a família", afirmou Lamartine.

Segundo ele, o encontro foi bastante produtivo e rendeu boas perspectivas para o município. "Eles gostaram muito do projeto, que é pioneiro em todo o Centro-Oeste", continuou. Participaram da reunião o ladarense Agosthilde Mônaco, funcionário da BR Distribuidora, e o corumbaense Guilherme Vaz do Couto, da Petrobras. O superintendente da Ahipar (Administração da Hidrovia do Paraguai), Antonio Paulo de Barros Leite, também esteve na agenda.

Administrado pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania, o Habilitar foi inaugurado em 2010. Em menos de 1 ano, mais de 60 jovens já passaram pela instituição. O centro possuiu outros projetos cadastrados no Ministério da Saúde. No local, o atendimento é ambulatorial, ou seja, o jovem fica durante o dia no estabelecimento e retorna a noite para o convívio familiar. A equipe é composta por 12 profissionais. A interação entre família, jovens e equipe técnica é um dos diferenciais do atendimento aos menores.

O programa busca reintegrar os adolescentes para que possam retomar o seu desenvolvimento normal. A estruturação do prédio, que funciona na rua Delamare, 272 – Centro, foi viabilizada com recursos próprios da Prefeitura, do Fundo Municipal de Investimento Social (FMIS) e do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Em sua rotina na casa de acolhimento, os adolescentes praticam esportes como tênis de mesa, artes marciais, natação e academia de musculação. Na área cultura, o programa oferece oficinas com atividades teatrais, manuais, além de terapias ocupacionais.