Empresa inicia recuperação de ruas que receberam obras de esgoto

Ruas de Corumbá danificadas devido a obras de implantação de redes coletora e domiciliar de esgoto sanitário estão sendo recuperadas pela Equipe Engenharia, empreiteira contratada pelo Governo, por meio da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul). Os serviços foram iniciados na parte alta da cidade, na Rua Edu Rocha, Bairro Popular Nova, que estava praticamente intransitável em virtude da má qualidade da restauração do pavimento executada por uma das firmas responsáveis pela ampliação do sistema de esgotamento sanitário na cidade. Os trabalhos foram iniciados quinta-feira (31), após levantamento de todos os pontos considerados críticos, realizado por técnicos da Sanesul, Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) e da própria Equipe Engenharia.

A recuperação está sendo realizada após intervenção do deputado estadual Paulo Duarte (PT) junto ao secretário estadual de Obras Públicas e Transportes, Wilson Cabral Tavares, em Campo Grande, quando apresentou um relato da situação, inclusive com imagens fotográficas. A partir de então, o secretário entrou em contatos com a direção da Empresa de Saneamento, visando solucionar o problema.

Esta semana, o engenheiro Almir Figueiredo, diretor da Equipe Engenharia, informou ao prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), que sua empresa havia sido contratada para fazer a recuperação do pavimento dos trechos danificados e que os serviços iniciariam na quinta-feira, para proporcionar melhores condições de trafegabilidade e maior conforto à população corumbaense.

Os serviços foram iniciados pela Edu Rocha e deverão atingir todas as vias por onde passou a rede coletora de esgoto, cujo pavimento não foi restaurado de acordo, conforme detectou a equipe de fiscalização da Prefeitura, que já havia encaminhado relatório à própria Sanesul, relatando a situação. Há informações de que o próprio secretário estadual orientou a Sanesul a cancelar os contratos com as empresas responsáveis pela obra de esgoto, justamente por não cumprirem o que determina o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal, que financia a obra em parceria com o Estado.

O secretário municipal de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos da Prefeitura de Corumbá, Ricardo Campos Ametlla, informou que as intervenções estão acontecendo em ruas pavimentadas que receberam obras de esgoto mas que não foram restauradas de forma adequada e, com as chuvas intensas, ficaram praticamente intransitáveis. "A fiscalização da Prefeitura já havia detectado o problema e comunicado a Sanesul sobre a necessidade de nova restauração, o que começou ser feito esta semana", explicou.