Com 720 inscritos, Prefeitura inicia cursos no Centro Dom Bosco

Os cursos profissionalizantes do Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco, antigo Centro Profissional Dom Bosco e que foi assumido formalmente pela Prefeitura de Corumbá nesta segunda-feira (04), começam imediatamente. Conforme o secretário municipal de Assistência Social e Cidadania, Haroldo Ribeiro Cavassa, cinco capacitações serão iniciadas até a próxima semana, sendo que esta primeira etapa contempla, nos períodos matutino, vespertino e noturno, as áreas de informática, operador de supermercado e corte e costura. Já no período noturno, os cursos serão nas áreas de panificação e solda e montagem. Ao todo, cerca 1 mil pessoas deverão ser capacitadas.

Os novos alunos fazem parte do grupo de 720 pessoas que já se inscreveram no Centro de Qualificação. Haroldo informa que este número pode aumentar nos próximos dias, já que as inscrições continuam abertas como forma de atender uma grande demanda na cidade. Além das novas turmas que serão abertas nos próximos dias, a instituição mantém os cursos que vinham sendo realizados pelo antigo Centro Profissional Dom Bosco, com um total de 190 alunos. Enquanto prepara o início dos cinco novos cursos, a Prefeitura já planeja atender todos os novos inscritos, nos mais diferentes cursos profissionalizantes disponibilizados pela instituição.

As matrículas podem ser realizadas na sede da própria instituição, localizada na Rua 13 de Junho 2.660, no bairro Dom Bosco, mediante apresentação de RG e comprovante de residência. Podem ser feitas pelo próprio interessado, quando maior de idade, ou por seus pais ou responsáveis, se for menor. Para se inscrever, o aluno deverá ser alfabetizado. Caso não seja, a própria Secretaria de Assistência Social e Cidadania fará o encaminhamento para o curso de alfabetização da Educação de Jovens e Adultos (EJA), a cargo da Secretaria Municipal de Educação, que será ministrado no próprio centro, como extensão da Escola Municipal CAIC Padre Ernesto Sassida.

Neste caso, o aluno terá sua vaga garantida no curso pretendido, podendo frequentar a capacitação após alfabetizado, ao mesmo tempo em que participa do EJA, mas em horário diferenciado. De imediato, serão oferecidos cursos de Corte e Costura, que terá carga de 480 horas anual e 120 dias letivos; Solda e Montagem, com 320 horas de carga e 80 dias letivos; Panificação e Confeitaria, com 320 horas e 80 dias letivos; Informática, 320 horas e 80 dias letivos; Cabeleireiro, 360 horas e 120 dias letivos; Serralheria, 320 horas e 80 dias letivos; Serigrafia, 320 horas e 80 dias letivos; Manicure e Pedicure, 240 horas e 80 dias letivos, além de Libras, que terá carga de 240 horas e 129 dias letivos.

Serão oferecidos cursos em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), como salgados diversos, mensageiros, customização e reciclagem, operador de supermercados, técnica de atendimento de garçom e panificação caseira. Estão sendo beneficiadas pessoas atendidas pelo Programa Bolsa Família, participantes dos Centros de Referência de Assistência Social; pais de alunos das escolas públicas que estejam fora do mercado de trabalho; migrantes que permaneçam na cidade por tempo superior a 60 dias que estejam sendo atendidos por programas da Assistência Social; pessoas em situação de vulnerabilidade social que buscam qualificação profissional para inserção no mercado de trabalho; e adolescentes a partir de 16 anos e jovens carentes em situação de vulnerabilidade ou risco social.