Saúde descobre ‘depósito de lixo’ em residência do Cravo II

Agentes de endemias da Prefeitura de Corumbá permanecem na região do Cravo Vermelho desenvolvendo ações de combate à dengue e outras endemias. Na sexta-feira (11), o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e a Vigilância Sanitária, ligadas à pasta da Secretaria Municipal de Saúde, encontraram um ‘depósito de lixo' dentro de uma residência na Rua Maranhão, entre a Quinze de Novembro e Sete de Setembro, considerado como foco em potencial da dengue e providenciaram a retirada de cerca de oito toneladas de material, inclusive reciclável. A ação aconteceu durante o Prefeito Presente emergencial que está atendendo o Cravo Vermelho, bastante castigado pelas chuvas.

"Durante a visita nos deparamos com uma situação preocupante. Nesta residência encontramos uma grande quantidade de lixo, muito material reciclável, que estava armazenado de forma irregular", disse a coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Prefeitura, médica veterinária Viviane Ametlla. Conforme ela, naquela mesmo dia, as equipes do CCZ e da Vigilância Sanitária iniciaram uma ação e no sábado (12), foi iniciada a retirada de todo o lixo. A casa fica localizada na Rua Maranhão, 21, quase esquina com a Quinze de novembro.

A bióloga Grace Bastos, do CCZ, informou que, no sábado, com apoio da Secretaria de Infraestrutura, foi retirado do local, quase oito toneladas de material, boa parte reciclável, e até mesmo roupas velhas, que estavam depositadas em local impróprio, no chão, em precárias condições de limpeza e higiene. "Vamos ficar pelo menos mais dois dias no local. Retiramos uma caçamba com oito toneladas de resíduos da residência, porém o trabalho apenas começou", disse Grace, informando que a quantidade de garrafas pets retirada do local, praticamente encheu o veículo. "Vamos continuar a ação com auxílio de um caminhão do ferro velho, que irá comprar o material reciclável e reverter o dinheiro arrecadado para o próprio morador", lembrou Viviane, acrescentando que está sendo feito também um trabalho educativo.

A coordenadora observa que os trabalhos continuam em todo o Cravo. Nesta residência, especificamente, 20 homens estão trabalhando e após toda limpeza, será realizada uma inspeção no local. A ação está sendo realizada também em outros imóveis do conjunto, principalmente os invadidos pelas águas. Nestes locais, agentes estão fazendo aplicação de cal virgem, principalmente nas fossas e caixas de gordura, para eliminar focos de mosquito. O produto foi entregue à Saúde pela Secretaria de Infraestrutura e a mistura com cloro é considerada uma combinação simples e de baixo custo, para combater focos do Aedes aegypti.