Ruiter vai investir R$ 2 milhões na recuperação do Cravo Vermelho

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) anunciou nesta sexta-feira (11) que vai investir R$ 2 milhões na recuperação dos conjuntos Cravo Vermelho I, II e III, localidades castigadas pelas chuvas que atingiram a Corumbá neste ano. O montante, proveniente do Ministério das Cidades, será utilizado em obras de drenagem e pavimentação asfáltica. "A situação que passam os conjuntos Cravo II e III, em especial, é bastante difícil por causa do elevado volume de chuvas que tivemos nos últimos dias, um índice muito superior à média ocorrida em Corumbá e que trouxe muitos transtornos para a região, sobretudo para as pessoas que vivem aqui", comentou.

Nesta sexta-feira, diversas equipes da Prefeitura Municipal estão no bairro prestando atendimento social, médico e de infraestrutura para os moradores. "As pessoas ficaram praticamente ilhadas, as ruas sem condições de trafego. Até para as pessoas andarem a pé ficou muito difícil. Isso fez com que nós optássemos por trazer a Ação Prefeito Presente para cá. Isso se deu de imediato, com o preparo que foi possível agilizar neste curto período. Mas estamos todos aqui juntos, vivenciando o problema e vendo o que podemos resolver de uma maneira imediata e a médio e longo prazos", continuou Ruiter.

Durante a ação, que envolve mais de 100 funcionários de diversas secretarias, será realizado o diagnóstico de todo o bairro. "Estamos indo casa por casa, rua por rua, com equipes mapeando, o mais brevemente possível, as necessidades e buscando soluções para esta parte da população", explicou o chefe do Executivo municipal, que detalhou: "Está aqui grande parte da Secretaria de Infraestrutura, que é o principal área afetada e também pessoal da Habitação, da Saúde, com um papel bastante intenso, já que vai verificar não só a situação das pessoas, mas também evitar a proliferação do mosquito da dengue. Precisamos combater os focos para que não haja uma epidemia", reforçou.

Os conjuntos recebem ainda a presença da Secretaria de Assistência Social, que vai analisar as necessidades das pessoas que perderam bens materiais devido às chuvas e que podem ser providos por meio de uma ação municipal, como cestas básicas, colchões ou cobertores. "Há também equipes da Defesa Civil que, juntamente com nosso setor de Engenharia, estão verificando as casas que foram bastante danificadas, vendo aquelas que ainda têm condição de habitação ou se serão interditadas e as pessoas removidas", complementou Ruiter.

Desde o início da manhã, o prefeito conversou com moradores e percorreu várias alamedas e casas do Cravo II e III. Ele explicou como deve ser feito o cronograma de obras no local. "Primeiro vamos padronizar a drenagem, que aqui é muito difícil porque tem muita pedra. O processo de pavimentação será feito somente depois da conclusão da drenagem. Então os técnicos vão levantar isso. Muito provavelmente será possível pavimentar a Rua Sete de Setembro também (que liga o Cravo Vermelho ao Anel Viário), mesmo que não seja toda a via, mas pelo menos a parte que passa pelo conjunto para minimizar o efeito da poeira", explicou o prefeito.

Ruiter ainda garantiu a inclusão do bairro no Programa Se Essa Rua Fosse Minha. "No que for possível, vamos entrar também nas alamedas, com recursos provenientes do Ministério das Cidades. Se não forem suficientes, já autorizei o Haroldo (Cavassa, secretário de Assistência Social) a fazer o mapeamento aqui para realizarmos outro grande projeto nosso, que traga infraestrutura e emprego aos moradores, que é o Se Essa Rua Fosse Minha", salientou.

"É evidente que tudo isso só pode ser feito após a conclusão das drenagens. É o momento mais demorado, mais difícil e as pessoas precisam ter este entendimento também", acrescentou o prefeito. Os secretários de Gestão Governamental, Cássio Augusto da Costa Marques; de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos, Ricardo Campos Ametlla; de Saúde, Lauther da Silva Serra; de Assistência Social, Haroldo Ribeiro Cavassa; de Educação, Hélio de Lima também participam da ação.