Prefeito Presente atende moradores do Cristo Redentor na quinta

Após constatar a grave situação em que se encontram as famílias afetadas pelas chuvas na região do bairro Cristo Redentor, principalmente nos conjuntos Cravo Vermelho II e III, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) marcou para esta quinta-feira (10) uma edição emergencial do Prefeito Presente no local. Conforme ele, a intenção é levar toda a equipe de governo (Serviços Urbanos, Defesa Civil e Assistência Social) para uma das regiões mais prejudicadas pelas chuvas dos últimos dias em Corumbá. "Depois do que vimos, entendemos que aquela comunidade precisa de respostas e ações urgentes. Por isso, vamos para lá pisar na lama com os moradores", disse.

A observação foi feita após o prefeito ter passado a manhã da segunda-feira de carnaval (7) visitando e conversando com os moradores da região, cujas casas estão ilhadas e não há condição de tráfego no local. O principal problema diz respeito à Rua 7 de Setembro e alamedas adjacentes, que se encontram intransitáveis devido ao grande volume de água. Neste sentido, ele garantiu que a Administração municipal já está determinada a tomar todas as providências para resolver, de forma emergencial, as demandas da comunidade. Agora, por meio do Prefeito Presente, o objetivo é ouvir cada morador afetado e resolver imediatamente as situações mais urgentes.

Solução imediata

Acompanhado dos secretários municipais de Gestão Governamental, Cássio Augusto da Costa Marques, e de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Ricardo Campos Ametlla, Ruiter afirmou que uma solução imediata será buscada para que as condições de tráfego da Rua 7 de Setembro sejam restabelecidas. A via liga o anel viário ao centro da cidade e a parte que ainda não é pavimentada encontra-se tomada pela água que não para de descer dos morros nas imediações. O prefeito também determinou, na mesma ocasião, que os setores de Defesa Civil e Assistência Social do Município visitem os moradores imediatamente para prestar toda assistência necessária.

"Tudo o que estiver ao nosso alcance vamos fazer para melhorar a situação dos moradores, que só não é pior porque fizemos várias intervenções que diminuíram os problemas. Estamos buscando os recursos necessários para resolvê-los definitivamente, mas enquanto isso não vamos deixar pessoas desamparadas", afirmou Ruiter. Cássio explicou que, de forma emergencial, a Prefeitura vai começar a abrir uma vala na rua prejudicada para canalizar toda a água que desce dos morros e permitir que o restante da via seja reparado. Além disso, valas menores serão abertas nas alamedas para jogar a água que inunda os quintais, em alguns casos brotando do chão.

Obras emergenciais

No médio prazo, o prefeito informou aos moradores que parte dos R$ 2 milhões que serão liberados pelo Governo Federal – para obras emergenciais para minimizar os estragos causados pelas chuvas na cidade – será utilizada para melhorar as condições do bairro. "Com esses recursos, poderemos realizar pequenas obras de drenagem que, pelo menos, não permitirão que essa situação volte a ocorrer", ressaltou. Esse montante, que poderá chegar a R$ 3,5 milhões, foi garantido pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, em reunião com Ruiter e membros da bancada de Mato Grosso do Sul na última quarta-feira (02), em Brasília-DF.

No encontro com os moradores, Ruiter, Cássio e Ametlla informaram que Corumbá poderá ter mais um projeto de R$ 30 milhões incluído na segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). "Com as obras resultantes desse projeto, teremos condições de evitar alagamentos como o que ocorreu no início da semana passada, devido aos 160 milímetros de chuva em um único dia, além de resolver definitivamente todos os problemas desta comunidade", disse. O projeto que prevê a macro-drenagem de toda a região e de outras partes da cidade já está no Ministério das Cidades e, se aprovado, deverá receber os recursos ainda neste ano.