Povo das Águas ensina ribeirinhos a fabricar xampu e detergente

Durante a sétima edição do Programa Social Povo das Águas, os moradores da região do Taquari tiveram a oportunidade de aprender técnicas simples para fabricação caseira de detergente e xampu contra piolhos. Coordenadas por professoras da Rede Municipal de Ensino (Reme), as oficinas também ensinaram crianças e jovens a produzirem armadilhas, a partir de garrafas pet, para captura de mosquitos. Os menores ainda se divertiram com as brincadeiras, pinturas faciais e contação de histórias infantis oferecidas pelas educadoras. Durante os três dias de ação, foram produzidos 60 litros de detergente liquido, 50 litros de xampu e 70 mosquiteiras.

No Porto Santa Ana, os alunos da Extensão Nazaré, da Escola Rural Pólo Porto Esperança, realizaram uma exposição fotográfica do projeto desenvolvido pela Secretaria de Educação em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) ECOA. "Temos 34 alunos, sendo que 13 moram na escola, em sistema de internato. Ações como o Povo das Águas são importantes para o processo de aprendizagem deles, além de oferecer serviços de saúde fundamentais", comentou a professora Mônica Khalede.

A primeira edição de 2011 do Povo das Águas levou atendimentos médicos, de enfermagem, assistência social, odontológica e educacional aos moradores do Corixão, na região do Paiaguás, Cedrinho, na Colônia São Domingos, São Domingos e do Bracinho, encerrando a ação no Porto Figueira e Porto Rolon. A ação é coordenada pela Secretaria Especial de Integração das Políticas Sociais. Além dos serviços já descritos, o Programa Social entregou itens de primeira necessidade, como cestas básicas, cobertores, lonas, agasalhos e roupas.