No CAIC, projeto trabalha postura corporal correta das crianças

Projeto Educacional Educação Física na Escola, desenvolvido por professores de Educação Física da Escola Municipal CAIC – Padre Ernesto Sassida, está contribuindo para correção da postura corporal dos alunos daquela unidade de ensino. O tema está sendo focado neste primeiro bimestre e foi escolhido justamente para que, no futuro, estas crianças não tenham problemas de saúde, devido a má postura, hábito comum adquirido durante a infância.

Na manhã desta sexta-feira (18), um grupo de alunos do CAIC participou de uma palestra com o fisioterapeuta e acupunturista Maximiliano Ferreira Santana, 29 anos, que integra a equipe do Centro Multiprofissional de Apoio ao Desenvolvimento Infanto Juvenil (CMADIJ), que funciona na própria escola municipal. O assunto tratado foi justamente sobre postura, para que "as crianças conheçam os riscos e se previnam de problemas futuros", observou.

O fisioterapeuta, durante o encontro com os alunos, explicou, por exemplo, que um dos principais problemas que implicam em uma má postura que pode provocar problemas de saúde no futuro, é justamente o uso de mochilas pesadas, acima do tolerável pelo corpo humano. "O ideal é a mochila ter alças reguláveis, largas e acolchoadas, nos dois ombros, e com cinto abdominal regulado à altura da criança para que fique bem firme nas costas. Além disso deve ter até 10% do peso da criança. Isto evita o ombro caído e a cabeça para frente, para compensar o peso que faz para trás", indicou.

Na palestra, Maximiliano orientou os alunos não só sobre as mochilas, mas também a posição correta de sentar nas cadeiras, durante as aulas; a utilização inadequada de saltos altos (para as meninas que se preocupam mais com suas imagens). Explicou que tudo isto deve ser corrigido enquanto criança, para evitar desvio de coluna no futuro, diferença no tamanho dos membros (pernas), dores pelo corpo.

Sobre o projeto, o fisioterapeuta destacou como importante, pois está permitindo abordar assuntos importantes da profilaxia e prevenção das dores nas costas, devido a posturas que refletem diretamente na redução de alterações na postura corporal de adultos. O projeto foi idealizado pelas professoras Walthênia do Valle Pereira e Maria Tereza Romero Barbosa e já está no terceiro ano. "Em cada bimestre desenvolvemos um tema e, neste, está relacionado à postura", diz Walthênia.

Além da palestra desta sexta-feira, os alunos estão realizando pesquisas, inclusive laboratoriais, e outros trabalhos. "No final do bimestre, fazemos uma avaliação do projeto, inclusive com a prática de exercícios relacionada ao tema em questão, para melhorar a postura", comentou. Segundo ela, todo conhecimento adquirido é repassado também aos familiares, para que todos possam conhecer mais sobre questões ligadas à saúde.