Império do Morro sagra-se tricampeã no Carnaval de Corumbá

A Império do Morro é tricampeã do Carnaval de Corumbá. A escola, que iluminou a avenida General Rondon na madrugada de terça-feira com uma reverência ao Sol, conquistou 178,6 pontos de 180 possíveis. A agremiação recebeu nota máxima em seis quesitos: bateria, ala das baianas, fantasia, alegorias e adereços, comissão de frente e mestre sala e porta bandeira.

A Mocidade Independente da Nova Corumbá ficou em segundo com 174,2 pontos, depois de ser penalizada em meio ponto por uso de camisa de time de futebol. A Pesada foi a terceira com 172. Vila Mamona, penalizada em 3,5 pontos por falha em um dos carros e por se apresentar com menos baianas que o exigido, terminou em quarto, com 172,5 e no ano que vem se apresenta no grupo de acesso.

Milhares de pessoas acompanharam a apuração na avenida General Rondon. Antes do anúncio da escola campeã, o presidente da Liesco (Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá), Zezinho Martinez, anunciou que a Imperatriz Corumbaense foi aprovada pela Liga e em 2012 vai concorrer ao título do grupo de acesso.

Império Verde e Rosa

Reverenciando o astro rei, a Império do Morro se apresentou já na madrugada de terça-feira, levantando a torcida que lotou a passarela pantaneira do samba. Com muito brilho, belas fantasias e cinco carros alegóricos, criteriosamente confeccionados pelos seus carnavalescos Manoelzinho, Clemilson e Lynno Brandão.

Fundada em 15 de agosto de 1958 em uma residência simples na alameda Boa Esperança, bairro Cervejaria, a Império é presidida por José Carlos Duarte, filho dos fundadores Venância Duarte e Chá Ana. O tricampeonato (ganhou também em 2009 e 2010) veio com o enredo ‘A Império conta e canta a influência do sol sobre as civilizações'.

O samba é de autoria de Wander Timbalada, também intérprete, e Mariano Araújo. A verde e rosa trouxe para a avenida 1.500 componentes, cinco carros alegóricos, e uma bateria com 180 ritmistas.