Dilma autoriza construção de 2 Centros de Educação em Corumbá

A Prefeitura de Corumbá já está autorizada a iniciar processo para a construção de dois Centros de Educação Infantil (creche e pré-escola) que vão atender crianças de até cinco anos de idade. O termo de adesão para as obras foi assinado na manhã desta quinta-feira (24) pela presidenta Dilma Rousseff, em solenidade realizada no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), com a presença do prefeito corumbaense Ruiter Cunha de Oliveira (PT). Ao todo, 419 municípios brasileiros foram beneficiados pelo Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), do Governo Federal, a cargo do Ministério da Educação e financiado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Ruiter observou que, a partir da assinatura do termo, Corumbá será atendida com R$ 2.659.954,24 para a construção dos centros, o que assegura a abertura de vagas para atender mais 432 crianças no município. Ele também comemorou a inclusão da cidade em mais uma etapa do programa, que garante uma terceira unidade, que será edificada no bairro da Nova Corumbá, em frente à Escola Nathércia Pompeo dos Santos. As obras fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Outra unidade, a quarta, já estava programada para a região do bairro Guatós, ao lado do conjunto habitacional Ana de Fátima Brites Moreira, o PAC – Casa Nova, dentro do PAC 1, também no valor de R$ 1.329.977,12. Serão 864 novas vagas abertas em Corumbá.

"São recursos importantes que garantirão construção, neste primeiro momento, de duas unidades de educação infantil em nossa cidade, com a confirmação de um terceiro centro. Tudo isso devemos à forte parceria com o Governo Federal, iniciada durante o Governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e que tem continuidade agora com a presidenta Dilma Rousseff", comentou o prefeito, elogiando também o apoio que o município tem recebido da bancada federal sul-mato-grossense em Brasília. Ele participou da solenidade acompanhado dos secretários municipais de Educação, Hélio de Lima, e de Gestão Governamental, Cássio Augusto da Costa Marques.

Ruiter já definiu que os dois Centros de Educação Infantil serão construídos nas regiões do bairro Maria Leite e no conjunto Vitória Régia, atendendo também a comunidade do conjunto Camalote. Cada obra está orçada em R$ 1.329.977,12, com uma área construída de 1.212 metros quadrados. Já a terceira unidade, confirmada nesta semana, o local será anunciado nos próximos dias pelo prefeito, que destacou ainda o programa que, além de prestar assistência financeira à construção de unidades, atende também os municípios com a compra de mobiliário e equipamentos para os centros. Cada centro será dotado de oito salas pedagógicas, sala de informática, cozinha, refeitório, pátio coberto, secretaria e sanitários com acessibilidade, entre outros ambientes.

Ao término da cerimônia desta quinta-feira, o prefeito enfatizou as palavras da presidenta Dilma, segundo quem "um país que investe em suas crianças investe em sua nacionalidade", e que, "no mês das mulheres, o que melhor representa a atenção a elas é o que garante educação de qualidade a seus filhos". Isso será garantido pelos centros que, conforme ele, terão padrão de qualidade semelhante às escolas particulares, nunca antes visto na Educação pública brasileira. Ruiter também comemorou a assinatura, pela presidenta, da medida provisória que determina o repasse de recursos da União para o custeio das unidades tão logo sejam inauguradas, suprimindo o período de um ano de carência vigente até então.

Quadras

O prefeito corumbaense lembrou ainda que a parceria com o Governo Federal também garantiu a construção de quadras poliesportivas cobertas e iluminadas. Uma já estava assegurada para a Escola Municipal José de Souza Damy, onde serão aplicados R$ 481.413,56. Agora, o Governo anunciou que a cidade foi contemplada com uma segunda unidade, com aplicação do mesmo valor, recursos assegurados pelo PAC 2, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).