Com apoio da Prefeitura, cursinho atende 80 alunos em Corumbá

Principal eixo do programa Conexões de Saberes, uma iniciativa do Ministério da Educação em parceria com universidades de todo o país, o cursinho popular do Campus do Pantanal (CPAN), unidade da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) em Corumbá, começou nesta terça-feira (16) com uma turma de 80 alunos, todos oriundos do ensino público. O objetivo do cursinho pré-vestibular é ampliar as oportunidades para que estes estudantes acessem e concluam, com qualidade, o ensino superior gratuito.

Presente na cidade desde 2005, o cursinho funcionava no bairro Cristo Redentor, na escola do Rotary Club, onde atendia cerca de 40 estudantes, a maioria da própria região. Em 2009, o projeto passou para uma sede no CPAN e em 2010, após realização do IV Seminário Local dos Estudantes Universitários de Origem Popular na UFMS, ganhou o apoio do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT). Com a entrada do Executivo municipal no projeto, o número de vagas passou este ano para 80.

"A Prefeitura entra com a estrutura de pessoal", explicou Ruiter, que ontem participou da aula inaugural do cursinho popular. "Nosso objetivo foi de ampliar este projeto para que mais pessoas tenham a oportunidade de conseguir uma vaga no ensino superior e serem protagonistas na construção de uma sociedade melhor, pessoas que possam colaborar com o desenvolvimento do nosso município", afirmou o prefeito.

Segundo o professor Wilson Melo, diretor do Campus Pantanal, o cursinho pré-vestibular tem condições de crescer ainda mais, atendendo um número ainda maior de alunos da rede pública. "Temos espaço físico para isso. Vamos trabalhar juntos para viabilizarmos mais esta conquista para o ano que vem", comentou. Durante a aula inaugural, todos os estudantes e professores receberam uma camiseta confeccionada pela Prefeitura. O subsecretário de Relações Institucionais, Lamartine de Figueiredo Costa, também participou do lançamento.

O cursinho popular do Conexões de Saberes é coordenado por Jussara Silva dos Santos, ex-aluna do projeto e hoje formada em Letras Habilitação Português/Inglês. "Temos 13 professores, todos voluntários, nas áreas de geografia, química, história, biologia, matemática, lingüística, redação, inglês, espanhol e orientação profissional. Ainda precisamos de uma professor de um física", disse Jussara. Os interessados podem entrar em contato pelo telefone 3234-6880.

As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, das 18h30 às 22 horas e aos sábados, com atividades extras. Como a UFMS adotou o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em substituição ao vestibular, a metodologia de cursinho preparatório também será adaptada à mudança.