Arthur Marinho está apto a sediar jogos do Campeonato Estadual

O estádio Arthur Marinho, principal praça esportiva da região pantaneira e casa do Corumbaense Futebol Clube durante o Campeonato Estadual, está apto a sediar toda e qualquer competição oficial da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS). A Prefeitura de Corumbá, por meio da Fundação de Esportes de Corumbá (Funec), realizou as intervenções recomendas pelo Ministério Público Estadual (MPE) e, no último dia 21 de fevereiro, o promotor de Justiça de Defesa do Consumidor de Campo Grande, Luiz Eduardo Lemos de Almeida, emitiu a deliberação nº 013/2010 liberando o estádio.

Nos meses de janeiro e fevereiro, a Prefeitura de Corumbá realizou a recuperação completa da cobertura da arquibancada onde ficam as cabines de transmissão; a impermeabilização da cobertura da casa de força, da casa de máquinas e do vestiário dos árbitros; e a vedação da junta de dilatação das arquibancadas com mastique (uma espécie de resina utilizada para vedação). Ao todo, foram investidos R$ 14,7 mil no Arthur Marinho.

Laudo emitido pelo CREA/MS (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso do Sul) atesta que o Arthur Marinho "reúne condições para realização de jogos de futebol, tendo em vista que o mesmo está em boas condições de conservação, e os reparos em andamento não comprometem sua utilização, pois apresentam conforto suficiente e segurança aos torcedores, estando apto a receber os jogos do Campeonato Estadual".

Com base nisso, a 43ª Promotoria de Justiça de Campo Grande liberou o estádio para competições oficiais, fixando prazo de 90 dias para o Município concluir as obras. "Os reparos estão praticamente concluídos. Falta apenas uma parte da impermeabilização, que não pode ser feita com chuva. Tão logo pare de chover, este serviço será concluído", informou o diretor-presidente da Funec, Heliney Miranda Júnior.

Outras documentações exigidas pelas FFMS – laudo de Prevenção e Combate a Incêndios (válido até setembro de 2011), o de Condições Sanitárias e de Higiene da Vigilância Sanitária (válido até outubro de 2011), de Licença Ambiental (válida até agosto de 2013), e de Segurança, emitido pela Polícia Militar (válido até janeiro de 2012) – haviam sido encaminhadas pela Fundação de Esporte dentro do período estipulado. Todos atestam as condições plenas do estádio.