Prefeitura executa serviços emergenciais na entrada no Tiradentes

A Prefeitura de Corumbá inicia neste sábado (19) serviços emergenciais na Rua Goiás, principal via de acesso ao conjunto Tiradentes, no Bairro Aeroporto, para melhorar as condições de tráfego de veículos e pedestres na região. É o que informou o secretário de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos, engenheiro Ricardo Ametlla, após uma vistoria ao local, bastante danificado em virtude de um vazamento em um poço de visita da Rede Coletora de Egoto, na Rua Gonçalves Dias.

"Vamos realizar um serviço paliativo até que a Sanesul, empresa responsável pela rede de esgotamento sanitário da cidade, execute as obras necessárias para acabar com o vazamento. Já cientificamos a empresa sobre o ocorrido e esperamos que isto aconteça o mais rápido possível", explicou Ametlla.

Neste sábado, pela manhã, uma equipe da Prefeitura, com apoio de maquinários, estará na região, para implantação de uma galeria provisória, que vai canalizar toda a água que está jorrando da rede de esgoto. Além disso, segundo Ametlla, as ruas danificadas serão recuperadas, como forma de garantir maior acessibilidade, tanto de veículos, como da própria população que residente no Tiradentes.

Ametlla informou ainda que, como o vazamento ocorre dentro da rede de esgoto, a Prefeitura não pode intervir no local. "É de domínio concessionário da Sanesul, assim como a rede de energia é de responsabilidade da Enersul, e a de telefonia é da empresa telefônica. Se fosse uma galeria de águas pluviais, aí sim, poderíamos intervir imediatamente. É responsabilidade nossa, da Prefeitura", enfatizou.

O secretário lembra anda que a Prefeitura já executou uma série de obras na região do Bairro Aeroporto, como drenagem e asfalto, para garantir infraestrutura aos moradores. Observou ainda que, além de toda benfeitoria anterior, o Município está investindo em uma grande galeria, às margens da rede ferroviária, que irá captar toda a água do bairro. "É uma obra grande que será interligada à galeria do Aeroporto Internacional, para resolver o problema. No entanto, este atual, está sendo dentro da rede de esgoto e somente a Sanesul pode intervir", comentou.