Pós em saúde deverá resultar em melhores serviços ao cidadão

Começou nesta segunda-feira (24) o curso de pós-graduação em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, resultado de parceria entre a Prefeitura de Corumbá, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Ministério da Saúde e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS – Campus do Pantanal). Serão 18 meses de especialização para 22 profissionais que lidam com questões relacionadas à qualidade de vida do trabalhador corumbaense. A aula inaugural ocorreu no anfiteatro Salomão Baruki, marcando o início das atividades que também ajudarão a promover o desenvolvimento profissional de recursos humanos para a Administração municipal.

"Teremos profissionais mais aptos para lidar com a saúde do trabalhador, que terá melhorias em sua qualidade de vida. A Administração municipal deve ser focada na formação daqueles que atuam em todos os segmentos da sociedade, principalmente na área da saúde", observou o vice-prefeito Ricardo Eboli (PMDB), que participou da aula inaugural. O curso é destinado a médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, veterinários, biólogos, técnicos do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (CEREST), além de outros profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) ou de instituições prestadoras de serviço, ensino e pesquisa.

As aulas da pós-graduação em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana serão à distância, por meio de plataforma virtual, mas com quatro módulos presenciais, realizados Campus Pantanal da UFMS. A especialização é oferecida pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, da Fiocruz, com apoio da área técnica de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde. A iniciativa integra o planejamento do CEREST de Corumbá e terá duração de dois anos e meio, totalizando 520 horas de atividades. Os alunos serão capacitados no trabalho focado na promoção da saúde do trabalhador e, principalmente, na prevenção dos acidentes de trabalho.

Conforme a diretora da Escola de Governo de Corumbá, Maria Antonieta Sabatel, a pós-graduação segue a mesma linha proposta pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) ao implantar, por meio da reforma administrativa, a instituição focada na promoção do desenvolvimento sociocultural e profissional do quadro de funcionários da Administração municipal. "Começamos o ano dando prioridade absoluta à formação dos servidores, algo que já vinha acontecendo, mas agora terá uma centralização. Os eixos da educação do servidor terão um foco maior na cidadania, e a Escola de Governo buscará maior interação entre o servidor municipal e a população", explicou.