PAC 2 garante R$ 21,69 mi para obras e área social em Corumbá

Trabalhando com foco na elaboração de projetos condizentes com a realidade local, a Prefeitura de Corumbá assegurou, no fim de 2010, R$ 21,69 milhões do Governo Federal, no âmbito da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), para a realização de inúmeras obras de urbanização e investimento na área social no município. Os recursos garantirão intervenções nas áreas de habitação, saúde, lazer, educação, infraestrutura (drenagem e asfalto), e deverão beneficiar os bairros Cristo Redentor, Popular Nova, Jardim dos Estados, Maria Leite, Beira Rio, Cervejaria e Generoso, entre outros.

Entre as obras previstas, destaca-se o Programa de Urbanização de Assentamentos Precários (favelas, encostas e outras áreas de risco), que contempla a implantação de unidades habitacionais na Popular Nova, Jardim dos Estados, Cristo Redentor e Guatós, com valor estimado de R$ 11,71 milhões. Já o projeto para prevenção de riscos e contenção de encostas nas regiões às margens do Rio Paraguai, como no Beira Rio, Cervejaria, Generoso e Porto Geral, terá investimento de R$ 500 mil, e ainda R$ 150 mil serão para elaboração do Plano Municipal de Redução de Riscos.

Com a formalização do PAC 2, Corumbá também terá recursos para pavimentar 17 quadras no bairro Maria Leite, no total de R$ 2,36 milhões, que serão liberados em forma de financiamento. De acordo com o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), a obtenção dos recursos mostra a capacidade do Município para elaborar projetos viáveis. "No Brasil, se há recursos, quem apresenta projetos tem grandes chances de ser contemplado. É o que está acontecendo com Corumbá", observou, destacando também o apoio recebido do Governo Federal e da bancada sul-mato-grossense em Brasília-DF.

Área social

Já o PAC Social, que integra a segunda etapa do PAC, está assegurado mais R$ 6.974.701,14, graças aos projetos que contemplam as áreas de saúde, educação, esporte, recreação, lazer e cultura. Desse total, R$ 3.141.367,80 serão aplicados na educação, com construção de dois Centros de Educação Infantil (creche e pré-escola), sendo um nas regiões do bairro Maria Leite e no conjunto Vitória Régia, atendendo também a comunidade do conjunto Camalote. Cada obra está orçada em R$ 1.329.977,12. Também será construída uma quadra poliesportiva na Escola Municipal José de Souza Damy, onde serão aplicados R$ 481.413,56.

Estão garantidas verbas para a construção de mais uma Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA 24h) no bairro Maria Leite, região estratégica que permitirá inclusive atendimento à população de Ladário. A obra física está orçada em R$ 1,4 milhão. A primeira UPA já está sendo implantada no bairro Guatós, ao lado do conjunto Ana de Fátima Brites Moreira. Cada uma delas será dotada de total infraestrutura, além de duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192).

Outros R$ 533.333,34 serão investidos na construção de duas Unidades Básicas de Saúde nos bairros Universitário e Nossa Senhora de Fátima, cada uma orçada em R$ 266.666,67. Já a região do Jardim dos Estados será atendida com uma praça esportiva, nos moldes da existente no bairro Nova Corumbá. Os investimentos previstos são de R$ 1,9 milhão. A Prefeitura também está finalizando os preparativos para formalizar os contratos de repasse do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para recebimento dos recursos. Com recursos próprios, o Município prevê ainda, em 2011, a aplicação mais R$ 3 milhões em melhorias nos bairros da parte alta da cidade.