Celular com direção é a principal causa de multas em Corumbá

A intensificação da fiscalização no trânsito durante o ano de 2010 resultou em um aumento de cerca de 20% nos autos de infração em Corumbá em relação a 2009. As estatísticas divulgadas pela Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat) apresentaram um total de 3.081 multas durante o ano passado, contra 2.477 em 2009. E a maior causa delas foi justamente a condução de veículos por motoristas utilizando o aparelho celular, com um total de 959 notificações. No ano anterior, este mesmo tipo de infração ficou em primeiro lugar na estatística, com 721.

O aumento nas notificações, de acordo com o professor Gerson Morais, que responde pelo setor de Educação no Trânsito da Agência Municipal de Trânsito e Transportes (Agetrat), deve-se à intensificação da fiscalização em toda a área urbana de Corumbá, por parte dos agentes de trânsito do Município e também da Polícia Militar. Conforme ele, a medida visa justamente garantir maior segurança ao trânsito.

Outra informação é que, no ano passado, a segunda maior causa de notificações no trânsito esteve relacionada a veículos com licenciamento vencido, com 434 ocorrências, contra 375 em 2009. Gerson observou um ponto positivo no trabalho desenvolvido pelos agentes de trânsito no ano passado, que foi a queda do número de infrações devido a estacionamento de veículos em desacordo com a lei. Em 2010, foram emitidas 159 notificações, contra 341 em 2009, a terceira maior irregularidade naquele ano.

"Foram detectadas outros tipos de infração, como avanço ao sinal vermelho, invasão da faixa do pedestre, condução de veículo sem habilitação, ausência de documento obrigatório do veículo, trânsito pela contramão e estacionamento em fila dupla. Vamos continuar combatendo estas irregularidades para que tenhamos um trânsito mais seguro", explicou Gerson.

Em 2010, os veículos parados em cima da faixa do pedestre enquanto aguardam o sinal abrir foram responsáveis por um total de 193 notificações, 40 a mais que em 2009, com 153. Houve também aumento na estatística geral dos autos cadastrados, com 5.156 em 2010, contra 4.410 em 2009. Isto inclui autos de infrações, advertências e apreensões de veículos.

O levantamento apresentou também as ruas com maior número de notificações em 2010. A Rua Dom Aquino ficou em primeiro lugar, com um total de 586, seguida da XV de Novembro, com 351, 13 de Junho com 288 e Porto Carrero com 265.