Parceria com Delcídio resulta em mais R$ 14,8 mi para Corumbá

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) comemorou neste sábado (18) mais uma conquista resultante da parceria com o senador Delcídio do Amaral (PT) e com o Governo Federal. Em ato no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez, o senador corumbaense anunciou mais R$ 14.849.000 para investimentos nas áreas de infraestrutura urbana, turismo, cultura, educação, meio ambiente e segurança pública na cidade.

A solenidade ocorreu no fim da manhã, com a presença de prefeitos de outras cidades pantaneiras, como José Antônio Assad e Faria, de Ladário; Douglas Melo Figueiredo, de Anastácio; Wlademir de Souza Volk, de Dois Irmãos do Buriti, e Nelson Cintra, de Porto Murtinho. Todas foram beneficiadas com emendas do senador para aplicação em obras nas áreas de infraestrutura urbana e turística. Não puderam comparecer ao ato os prefeitos Fauzi Suleiman, de Aquidauana; Jun Iti Hada, de Bodoquena; e Neder Afonso Vedovato, de Miranda, cidades também atendidas.

Para a cidade de Corumbá, um dos destaques foi a autorização para início de processo licitatório, visando a execução das obras de embutimento da rede elétrica da região do Porto Geral, entre as Ladeiras Cunha e Cruz e José Bonifácio, investimento de R$ 5,4 milhões. O documento foi assinado pela superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional de Mato Grosso do Sul (IPHAN), Margareth Escobar, pelo senador Delcídio do Amaral e pelo prefeito Ruiter Cunha.

Além disso, foi autorizado o início da restauração do antigo prédio da Alfândega, que será um campus avançado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS – Campus Pantanal). A obra está orçada em R$ 3.449.000. Outros R$ 1,3 milhão serão aplicados na compra de equipamentos necessários para funcionamento do programa de extensão do curso de Educação Física, de apoio à Pós-graduação em Estados Fronteiriços e Educação, sala de projeção de filmes, biblioteca setorial, apoio a projetos culturais, alojamento para estudantes de pós-graduação e do curso de Música, que funcionarão no local.

Do Ministério da Pesca e Aquicultura, Delcídio viabilizou R$ 1,2 milhão que serão aplicados na aquisição de uma lancha com capacidade para 10 pessoas, além de dois motores 300 HP, visando atender a Polícia Militar Ambiental no desenvolvimento de fiscalização na região pantaneira. Outros R$ 300 mil serão investidos na compra de uma lancha para sete pessoas, que será destinada à Polícia Federal para o combate ao narcotráfico no Rio Paraguai e afluentes.

O senador anunciou também patrocínio da Petrobrás ao Museu da História do Pantanal (Muhpan), administrado pela Fundação Barbosa Rodrigues. Ele adiantou que o Patrimônio da União vai investir na regularização fundiária da comunidade quilombola Família Osório, integrada por 36 famílias, na área urbana de Corumbá, bem como na regularização fundiária da região do Porto da Manga.

Delcídio anunciou ao prefeito Ruiter a aplicação de R$ 1,2 milhão no programa de coleta seletiva na cidade, além de ter firmado compromisso para, por meio de emenda parlamentar, viabilizar R$ 2 milhões para outras obras de infraestrutura urbana. Assegurou ainda R$ 200 mil para o Carnaval de Corumbá 2011, que novamente deverá um dos melhores do interior brasileiro.

Outras regiões

Do Centro de Convenções e acompanhado do prefeito Ruiter, do deputado Paulo Duarte e de outras autoridades, o senador visitou Ladário, onde anunciou ao prefeito José Antônio R$ 1 milhão em investimentos, sendo R$ 500 mil para obras de infraestrutura urbana, e R$ 500 mil para infraestrutura turística. O anúncio foi feito em evento realizado na sede da Seleta Sociedade Caritativa Humanitária (SSCH).

Já com as demais prefeituras da região pantaneira, Delcídio firmou compromisso com Miranda, no valor de R$ 600 mil para infraestrutura urbana e R$ 300 mil para infraestrutura turística; R$ 1 milhão para infraestrutura urbana em Porto Murtinho; R$ 700 mil para Dois Irmãos do Buriti (infraestrutura turística); R$ 900 mil para Bodoquena (infraestrutura turística); R$ 2,4 milhões para Aquidauana (infraestrutura turística), e R$ 1,5 milhão para Anastácio (infraestrutura turística).