Em Corumbá e Ladário, Samu deve começar a operar em janeiro

Implementado pelo Governo Federal em parceria com Estados e Municípios, o Samu 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) deve começar a operar na região pantaneira até o fim de janeiro de 2011. A informação é do secretário executivo de Saúde Pública de Corumbá, Lauther da Silva Serra, que nesta terça-feira (7) abriu a capacitação da segunda turma de enfermeiros, técnicos de enfermagem, motoristas de ambulância e militares do Corpo de Bombeiros. Todos estão sendo preparados para o serviço.

"O próximo passo será a implantação da Central de Regulação, que será instalada no Grupamento do Corpo de Bombeiros. Acreditamos que já no começo do próximo ano a ambulância de suporte básico esteja atendendo a população de Corumbá e Ladário", disse Lauther. Posteriormente, as unidades de suporte avançado e as ambulanchas também atenderão as duas cidades. O Governo Federal ainda vai disponibilizar um avião e um helicóptero para atender todo o Mato Grosso do Sul.

A capacitação está sendo coordenada pelo consultor técnico do Ministério da Saúde, doutor Eduardo Fernando, com apoio de dois bombeiros especialistas em resgate de Campo Grande. Depois de definidas as equipes que formarão o Samu, um novo treinamento será oferecido aos profissionais selecionados. Durante a reunião desta manhã, o responsável técnico pelo curso destacou a importância do trabalho integrado com as Unidades de Pronto Atendimento, a UPA 24 horas.

Corumbá terá dois destes equipamentos. Um no bairro Guató, onde a construção já foi iniciada, e outra no Maria Leite, esta confirmada nesta segunda-feira (6) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante reunião com prefeitos sobre a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Os prédios, além de abrigar uma das ambulâncias do Samu, serão responsáveis pela prestação de serviço pré-hospitalar específico para pequenas e médias urgências e emergências, inclusive odontológicas, e pacientes graves.

A capacitação será realizado durante toda a semana, com aulas teóricas no período matutino, na Associação Médica de Corumbá, e prática, no vespertino, no Corpo de Bombeiros. Ao todo, serão 20 horas/aula que terminam com simulados em vias públicas, programado para a sexta-feira (10), no encerramento das atividades.