Conselho da Mulher homenageia homens, parceiros contra violência

Homens que contribuem para o enfrentamento da violência contra a mulher foram homenageados ontem, sexta-feira, em Corumbá, durante ato realizado no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez. O evento foi realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher em parceria com a Prefeitura, por meio da Gerência de Articulação de Políticas Públicas da Mulher.

A homenagem foi um reconhecimento público a 17 homens considerados parceiros da luta pelo fim da violência contra a mulher, e que estão, de uma forma ou de outra, participando ativamente desse processo. O ato foi durante uma reunião solene do Conselho da Mulher e integrou a programação da Campanha dos "16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher".

Entre os homenageados estavam o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (que devido a agenda receberá a comenda em um encontro com as conselheiras, posteriormente); o deputado estadual Paulo Duarte; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Subseção Corumbá, Luis Fernando Toledo Jorge, e o Juiz de Direito da 2ª Vara Criminal da Comarca de Corumbá, Roberto Ferreira Filho.

"Hoje os homens estão presentes, participando junto com a gente desta luta pelo fim da violência contra a mulher. São grandes parceiros e nada mais do que justo de homenagear aquelas pessoas que estão envolvidas no processo", afirmou Lucinéia Barreto, presidente do Conselho da Mulher. Segundo ela, houve uma grande mudança a partir desta segunda metade da década, com a implantação de políticas públicas que estão contribuindo decisivamente para o engajamento de toda a sociedade.

A gerente de Articulação das Políticas Pública da Mulher, Cristiane Santana, lembrou que, a cada anos, os homens estão mais presentes, não só na campanha "16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher", mas também em outras atividades, como divulgação da Lei Maria da Penha, entre outros. "Estamos trazendo os homens para atuarmos juntos. Este ano, a campanha foca isto. Inclusive, na primeira semana, realizamos a Blitz dos Homens, que foi um sucesso", observou, para enaltecer o trabalho desenvolvido pelos homenageados.

Homenageados

Além de Ruiter, Paulo Duarte, Roberto Ferreira Filho e Luis Fernando, foram homenageados também Ahmad Schabib Hany, do Fórum Permanente de Entidades Não Governamentais de Corumbá e Ladário; conselheiro da Criança e do Adolescente Arnaldo Marques; radialistas Jonas de Lima e Reginaldo Coutinho; defensor José Gonçalves de Farias.

Também tiveram seus trabalhos reconhecidos o gerente da Juventude da Prefeitura, Márcio Cavasana; empresário Marcos Loureiro Panovitch; conselheiro tutelar Paulo Madson; padre João Cimadon, da Pastortal da Mobilidade Humana e do Comitê Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas; padre Pascoal Forim; Ramão Xavier, servidor da Delegacia da Mulher; major Ubiratan Bueno, e Wilson da Silva Maria.

O juiz Roberto Ferreira Filho, durante a solenidade, destacou o trabalho que vem sendo desenvolvido em Corumbá, na luta contra a violência. Foi taxativo ao afirmar que não se trata de uma "luta da mulher contra o homem, ou do homem contra a mulher. A luta é pela transformação da sociedade brasileira, que é a família". Observou que o trabalho que vem sendo desenvolvido nos tempos atuais não se trata de revanchismo. "A ideia maior é tratar todos com dignidade", comentou.

Parceiro em campanhas pelo fim da violência contra a mulher, o presidente da OAB, Luis Fernando, comentou que as mudanças estão acontecendo. Enalteceu a atuação do Conselho, que trabalha de forma prática, buscando a conscientização das pessoas, não focando somente atos repressivos, buscando "aconselhar não só a mulher a buscar seus direitos, mas também os homens" e concluiu dizendo que a parceria estabelecida com a OAB foi muito importante para ele, no sentido de levar a Lei Maria da Penha aos bairros.

Quem também elogiou os trabalhos desenvolvidos na cidade foi o empresário Marcos Panovitch. Disse que é gratificante receber a homenagem, fruto de um trabalho desenvolvido dentro do grupo Panoff, com 520 funcionários, que recebem as mais diferentes orientações, inclusive com foco na violência doméstica. "O homem tem que estar sempre presente, participando", acentuou.

A secretária de Promoção da Cidadania, Maria Lúcia Ortiz Ribeiro, representou o prefeito Ruiter Cunha. Conforme ela, "a luta é difícil. A Lei Maria da Penha foi um avanço e temos que continuar em frente, não podemos desanimar". Destacou as homenagens, desejando que "o mais importante será o dia que a gente possa vir aqui, celebrar o respeito, celebrar a família", e que é preciso haver "respeito para que todas as mulheres não sofram mais violência".

O ato foi prestigiado por um grande número de pessoas, entre elas a delegada Marilda do Carmo Rodrigues, titular da Delegacia da Mulher, esposas dos homenageados, que fizeram a entrega das placas, além de familiares. A iniciativa conta com a parceria do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Instituto de Mulheres Negras do Pantanal, Jornal da Mulher, Conselho dos Direitos da Mulher de Aquidauana, Funec, Agetrat, Grupo UNO da UFMS (Campus do Pantanal), Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, Secretaria Executiva de Assistência Social, Fórum de Mulheres do Campo, DASSC, Central Única das Favelas (CUFA) – Núcleo "Maria Maria", Casa dos Conselhos e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Subseção Corumbá.