Casas do Corumbella II começam ser construídas no início de 2011

As 260 novas unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida, que integram o projeto Corumbella II, começam ser construídas já no início de 2011. As casas, que vão atender famílias com renda entre zero e três salários mínimos, serão edificadas em quatro quadras adquiridas pela Prefeitura Municipal de Corumbá, no bairro Guatós, próximo onde estão sendo implantadas as 800 moradias do PAC – Casa Nova. É o que informa o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) que, ontem (29), na Superintendência da Caixa Econômica Federal, em Campo Grande, assinou contrato no valor de R$ 11.896.045,14, que serão aplicados nas obras.

Ruiter adiantou que estas serão as primeiras unidades dentro do programa Minha Casa Minha Vida, lançado em 2009 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, destinadas a famílias de baixa renda. "Estamos buscando novos investimentos para construção de mais casas e atender famílias de baixa renda", destacou, lembrando que sua meta é construir 2,5 mil moradias até o final de seu Governo, em 2012, reduzindo em cerca de 56% o déficit habitacional na cidade.

Para isto, o prefeito diz contar com parceiros como o presidente Lula que, até nos últimos dias de seu Governo contribuiu para implantação de mais moradias em Corumbá; com a presidente Dilma Rousseff, que assume o cargo no dia 1º de janeiro de 2011; com os parlamentares; além da iniciativa privada. "No Minha Casa Minha Vida temos a Vale como importante parceira e que vai contribuir em muito para atingirmos um objetivo que é garantir um teto para as famílias que precisam", ressaltou.

A parceria com a Fundação Vale foi estabelecida em fevereiro deste ano e a instituição está viabilizando R$ 1,8 milhão para obras de infraestrutura (asfalto) e de saneamento básico (esgoto sanitário) no Corumbella II.

O chefe do executivo corumbaense destacou também a parceria estabelecida com a Paiva e Empreendimentos Ltda, empresa atuante no ramo da construção civil no Rio Grande do Norte, que será responsável pela execução da obra. Disse que a presença do grupo abre caminho inclusive para construção de mais unidades habitacionais na cidade, dentro do programa Minha Casa Minha Vida para atender famílias com renda entre três e 10 salários, que terá total apoio da Prefeitura, inclusive com incentivos fiscais.

Com relação ao Corumbella I, o prefeito adiantou que o projeto já está em fase de tramitação e deve ser aprovado pela Caixa também no início de 2011. Também será destinado a famílias de baixa renda.