Ano marca credenciamento de Corumbá na Rede Amamenta

Corumbá foi a primeira cidade do País credenciada na Rede Amamenta Brasil, programa do Ministério da Saúde voltado à promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno. As Unidades de Saúde Doutor Breno de Medeiros, Dom Bosco, Doutor Gastão de Oliveira, Nova Corumbá, Doutor Humberto Pereira, Doutor Enio Cunha, Aeroporto, Beira Rio, São Bartolomeu, Taquaral e os 16 tutores formados no município receberam a certificação no dia 17 de novembro, durante solenidade realizada no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez.

"Estamos mostrando nossa preocupação com a vida, pois falar em aleitamento materno e priorizar este programa é, de fato, estar cuidando de vidas", comentou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), após o evento, acrescentando: "Conhecendo a fundo a rede, vemos que apostar no aleitamento, incentivar a amamentação, significa reduzir o índice de mortalidade infantil".

Dados recentes mostram que, de cada 1 mil crianças recém nascidas no Brasil, 23 vem a óbito. "Precisamos trabalhar para que este número diminua, e Corumbá está dando sua parcela de contribuição. Queremos mostrar ao Mato Grosso do Sul e ao Brasil que engajar, apoiar um programa que prioriza a vida tem de ser fundamental. Esta é a grande lição que fica deste incentivo e deste reconhecimento", complementou Ruiter.

Durante o credenciamento, o prefeito corumbaense aproveitou para agradecer o empenho de todas profissionais envolvidos na implantação da Rede Amamenta na cidade. "Estão de parabéns todas as equipes de Saúde, os secretários, os tutores que estão à frente do Amamenta Brasil. Apostar no aleitamento, incentivar a mãe, principalmente nos primeiros seis meses, a alimentar seu bebê com o leite materno, é fundamental", salientou.

Em especial, Ruiter destacou a importância da participação direta da população para o sucesso do programa em Corumbá. "É bom frisar que nada disso acontece se a comunidade, a mãe principalmente, mas também o pai, não se interligar, não se entender. Cada um tem sua parcela. O Poder Público tem sua participação, mas os pais são, acima de tudo, os principais agentes responsáveis para que o bebê nasça saudável e tenha melhores condições de vida", disse.

Capital da amamentação

Ainda de acordo com o prefeito, com o credenciamento, a cidade ganhou mais um título do qual a população pode se orgulhar. "É gratificante termos Corumbá, a Capital do Pantanal, como nós orgulhosamente gostamos de ser reconhecidos, também a Capital da Amamentação, o primeiro município do Brasil credenciado na Rede Amamenta Brasil", destacou, acrescentando: "É uma satisfação para todos nós da equipe de governo, em especial para a Secretaria de Saúde, e mais ainda para a equipe que preparou as Unidades Básicas de Saúde do município, bem como para a população que entendeu a mensagem de que é fundamental apostar no aleitamento materno".

Para Ruiter, os avanços conquistados no setor de saúde pública são consideráveis, mas poderiam ser ainda mais significativos não fosse a redução significativa no repasse do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), por parte do Governo do Estado.

"Estamos esbarrando na falta de recursos para vários projetos, que infelizmente estão sendo inviabilizados porque esbarramos no baixo do repasse do ICMS devido ao município. Não podemos esquecer que 15% deste recurso é destinado à Saúde, ou seja, de R$ 70 milhões que estamos reclamando, mais R$ 10 milhões seriam destinados à área", lembrou.

"Mesmo trabalhando com esta deficiência financeira, temos obtido conquistas, avanços importantes", ponderou o prefeito, completando: "Temos que comemorar, mas acima de tudo, temos de ter o estímulo e o incentivo que devemos fazer ainda mais. Acredito que a grande mensagem é esta: que todos nós, responsáveis que somos e queremos uma cidade melhor, com mais saúde, todos temos quer fazer a nossa parte".