Amigos é o campeão do Campeonato Amador – Série A de 2010

O Amigos Futebol Clube é o grande campeão do Campeonato de Futebol Amador Lec/Funec – Série A de 2010. No último sábado (18), a equipe do bairro Popular Nova venceu a Associação Atlética Castro por 4 a 0 e reverteu a vantagem do adversário, que havia vencido o primeiro confronto por 2 a 1 e jogava pelo empate. Niel, duas vezes, Éderson e Wagner Cachorro fizeram os gols do título.

Com a vitória, o Amigos levou para casa o troféu transitório Edu Diniz, que fica em definitivo com o time que vencer a série A por 3 vezes seguidas ou 5 alternadas, e a taça "Jango", homenagem a Vinícius Soares de Magalhães, jogador do Corumbaense na década de 80, além do prêmio de R$ 1.200. A Castro ficou com o "Manoel Salgado", alusão a Manoel Pereira da Costa e mais R$ 800. Álvaro de Oliveira, o Viola, do Milan Real Tradição, foi o artilheiro e faturou o troféu Armindo da Costa, enquanto Márcio Monteiro, do time campeão, foi o melhor goleiro e ganhou o "Caranga", homenagem a Roberto G. Soares.

"Foi um jogo bonito, na bola, sem violência. Parabéns para a Associação Castro que valorizou muito o título do Amigos. Mesmo com a derrota, a equipe jogou o tempo todo com lealdade, respeitando o adversário. Isso é importante. É preciso saber ganhar e perder. E parabéns ao Amigos, que é o primeiro time vindo da Série C a ganhar a Série A. Outras equipes já conseguiram chegar até a final, mas é a primeira vez que um time saído da Série C vence a principal competição amadora da região", comentou o diretor-presidente da Funec (Fundação de Esportes de Corumbá), Heliney Miranda Júnior.

Em 2010, doze equipes participaram do Amador-Série A. Foram 52 jogos disputados em 3 meses, 246 gols marcados. Uma média de 4,7 por partida. A competição é realizada pela Prefeitura de Corumbá, por meio da Funec, e pela Liga de Esportes (Lec), com apoio do Sindicato dos Árbitros (Sindárbitros) e do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD).

A decisão

Depois de começar pressionando o adversário, o Amigos abriu o marcador logo aos 13 minutos do primeiro tempo. Niel bateu bem o pênalti sofrido pelo atacante Paulinho Bailarino fez 1 a 0 para o verde e branco da Popular Nova. Desorientado em campo, a Associação Castro só deu o primeiro chute aos 21 minutos, com Piter, que chutou muito longe da meta defendida por Márcio Monteiro. Somente aos 30, Luber levou perigo a meta de Márcio em cobrança de falta. Foi a melhor chance da Castro na primeira etapa.

Do outro lado, o Amigos criou diversas oportunidades de ampliar. Tanto que aos 33 minutos, Marquinhos cobrou falta, o goleiro defendeu parcialmente, Bailarino pegou a sobra na ponta esquerda da área e chutou cruzado. O zagueiro Éderson completou para o fundo das redes.

Na segunda etapa, o time do bairro Dom Bosco voltou melhor, buscando o ataque de forma mais organizada. Só que aos 22, Niel, o nome da decisão, fez ótima jogada pela meia direita e tocou para Wagner Cachorro. Ele pegou de primeira e Marcus defendeu bem. A bola sobrou para Niel que, sentado, fez o terceiro do Amigos. Precisando de 2 gols, a Associação Castro foi todo para o ataque, pressionou muito e deixou espaço para o contra-ataque. Aos 40, Niel entrou pela esquerda e deixou Cachorro na cara do gol. O atacante fez o seu e deu números finais ao placar: Amigos 4 x 0 A. Castro.

Ficha Técnica

Associação Castro:
Titulares: Marcus, Raul Montenegro, Darwin, Nenê, Cabecinha, Lubert, Tourinho, Píter, Welli, Edu Monteiro e Jorginho.
Reservas: João Marcos, Farôfa, Fê, Sidão, Lucas, Wander e 7 Belo.
Técnico: Olho.

Amigos:
Titulares: Marcio, Militão, Caxí, Magrão, Ziquinho, Jeferson, Robinho, Niel, Marquinhos, Wagner Cachorro e Paulinho Bailarino.
Reservas: Emerson, Benítes, Rosi e Diney.
Técnico: Carlos.

Árbitros: Sandro Felipe, Wilton Amorim, Fábio Oliveira e Rose.
Cartões amarelos: Marcus, Píter, Paulinho Bailarino e Robinho.
Cartão vermelho: Nenhum.
Gols: Magrão, Niel (2) e Wagner Cachorro.