Servidora expressa felicidade por realizar sonho da casa própria

A servidora pública Iolanda Vitório da Silva Filho, uma das mutuarias do Residencial Boulevard Parque Pantanal, inaugurado na tarde desta segunda-feira (8), tinha motivos de sobra para comemorar. "É o sonho de todo mundo. Um espetáculo. Onde a gente ia conseguir construir uma casa nesse valor?", perguntou, lembrando o benefício concedido pela Prefeitura de Corumbá aos servidores municipais para aquisição da casa própria, por meio do Programa de Auxílio Habitacional ao Servidor (PAHS). Para se ter uma ideia, o valor do apartamento entregue é de R$ 50 mil.

O esposo de Iolanda, Isaac Aguero de Carvalho, recebeu as chaves das mãos do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT). Em seguida, comentou que, quando aderiu ao programa Minha Casa, Minha Vida, quatro meses atrás, começou pagando mensalmente R$ 184, e que sua expectativa agora é aderir ao PAHS e pagar somente R$ 25 mil pelo imóvel, que está sendo vendido por R$ 50 mil, financiados pela Caixa Econômica Federal. Ele, esposa e filho residem com a mãe de Iolanda.

O ato de entrega do primeiro empreendimento do Minha Casa, Minha Vida contou com a presença também de pessoas interessadas em aderir ao programa. É o caso de Vera Lúcia Soares, que mora em casa de aluguel, pagando R$ 350 por mês, junto com a filha e neta. Aos 53 anos, ela vive a expectativa de ter um local próprio para morar. "Já conversamos e agora vamos à Caixa para providenciar nossa adesão", disse Vera, na expectativa de, em breve, sentir a mesma euforia de Iolanda Vitório e realizar o sonho da casa própria.

O novo condomínio é formado por sete blocos, cada um com oito apartamentos de 45 metros quadrados, dotados de sala, dois quartos, cozinha, área de serviço, banheiro e vaga na garagem. Os novos mutuários assinaram os contratos em maio de 2010, diretamente com a Caixa, responsável pelo financiamento que pode ser de até 20 anos.

Em Corumbá, a expectativa é da construção de mais de 1 mil imóveis por meio do programa federal, lançado na cidade em dezembro de 2009 por Ruiter. O propósito do chefe do Executivo municipal é reduzir o déficit habitacional da cidade, hoje estimado em 4,5 mil unidades, em pelo menos 50%. Atualmente, a Prefeitura está construindo outras 1.250 imóveis que começam ser entregues nos próximos dias.