Semana da Consciência Negra segue com filme sobre João Cândido

A Semana da Consciência Negra, que está sendo celebrada em Corumbá desde o último dia 13 e segue até sábado (20), tem como ponto alto a exibição do documentário A História de João Cândido – Líder da Revolta da Chibata, tema central da celebração deste ano. A atividade ocorre às 19h30 desta sexta-feira (19), no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez, com a presença do neto do "Almirante Negro", João Cândido de Oliveira Neto, que, logo após a exibição, profere palestra sobre a vida do avô, com quem conviveu até a morte dele. Na mesma noite, uma Seresta Especial com artistas locais toma conta da Praça da Independência.

Na manhã do sábado, atividades culturais e educativas afro-brasileiras serão realizadas também na Praça da Independência. Paralelamente, o Encontro Estadual de Intérpretes e Compositores de Samba Enredo de Mato Grosso do Sul tem início às 9h30, na quadra da Caprichosos de Corumbá, localizada na esquina das ruas 21 de Setembro e Duque de Caxias. O compositor Samir Trindade, da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis, e Nino Samba Show, ex-interprete da Imperatriz Leopoldinense, promovem workshop com os participantes. Às 17 horas, haverá apresentação dos intérpretes das escolas de samba de Corumbá, Aquidauana e Campo Grande.

João Cândido

Filho de ex-escravos, o marinheiro João Cândido foi uma das principais figuras da Revolta da Chibata, movimento armado ocorrido entre os dias 22 e 27 de novembro de 1910, na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, até então Capital do Brasil. Sob a ameaça de bombardear a cidade, os militares exigiam o fim da aplicação de castigos físicos impostos a eles como punição, resquícios do regime escravista abolido do País em 1888.

Ao fim da revolta, Cândido foi acusado de incitar o movimento e ficou preso em uma solitária do Batalhão Naval na Ilha das Cobras, antes de ser expulso da Marinha. O "Almirante Negro", como ficou conhecido, morreu em 6 de dezembro de 1969, na cidade de São João do Meriti, aos 89 anos. Em 2008, o Governo Federal publicou a Lei 11.756 que concedeu anistia a João Candido e seus companheiros de arma.

A Semana da Consciência Negra é uma realização da Prefeitura de Corumbá, por meio da Subsecretaria de Ações da Cidadania/Gerência de Promoção da Igualdade Racial, ligada à Secretaria Municipal de Promoção da Cidadania. A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e a Liga Independente de Escolas de Samba de Corumbá (Liesco) apóiam o evento.