Funcionários do Pronto Socorro passam por capacitação técnica

Os funcionários do Pronto Socorro de Corumbá iniciaram nesta sexta-feira (19) mais um curso de capacitação técnica oferecido pela Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Executiva de Saúde Pública, com recursos do Sistema Integrado de Saúde das Fronteiras (Sis-Fronteira). A capacitação de hoje foi voltada à área de Classificação de Risco, abrangendo enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos e terapeutas ocupacionais da rede de urgência e emergência do Município.

Neste sábado, outro grupo de profissionais será capacitado sobre Limpeza e Higienização Hospitalar. Os cursos acontecem durante todo o dia e estão sendo ministrados pelo Instituto de Desenvolvimento Humano e Institucional (IDTECH). Só nesta primeira fase, serão mais de 50 funcionários atendidos pelas atividades de qualificação profissional. Até o fim do ano, serão realizados os cursos de Basic Life Support – BLS (duas turmas) e Advanced Trauma Life Support – ATLS.

Responsável pelo Pronto Socorro da Santa Casa de Campo Grande, o enfermeiro Yama Albuquerque Higa foi o palestrante desta sexta-feira. "A Classificação de Risco é atualmente o método mais eficaz para resolver o problema de superlotação do pronto-atendimento. Essa metodologia consiste em atender primeiramente os casos mais graves, e não pela ordem de chegada a unidade", explicou.

Implantado neste processo, o atendimento ao público passa a ser feito de forma mais adequada e rápida. "Uma parte importante da Classificação de Risco é a conscientização da população. A pessoa precisa entender que o primeiro atendimento deve ser feito nas Unidades Básicas de Saúde, deixando o Pronto Socorro para os casos mais graves", continuou Yama.