Em dois dias, Povo das Águas atendeu 42 famílias do Pantanal Sul

A equipe multidisciplinar do Programa Social Povo das Águas chegou na manhã desta sexta-feira (5) à comunidade de Forte Coimbra, às margens do Rio Paraguai, no Pantanal Sul, onde atendeu 24 famílias ribeirinhas com os mais diversos serviços de saúde, assistência social e educação. Composto por 15 servidores da Prefeitura Municipal, o grupo coordenado pela Secretaria Especial de Integração das Políticas Sociais deixou o Porto Geral de Corumbá às 7h30 da quinta-feira, a bordo do barco Éda Ipê III, e viajou durante todo o dia até chegar à localidade administrada pelo Exército Brasileiro. No caminho, atendeu 18 famílias da barra do Rio Paraguai Mirim, no Porto Formigueiro.

Para o professor Adriano Ortigoza, diretor da Escola Municipal Ludovina Portocarrero – um dos locais onde é feito o atendimento no Forte Coimbra, juntamente com o Posto Médico da 3ª Companhia de Fronteira -, a ação é de suma importância para que as famílias se sintam lembradas e valorizadas, apesar de a localidade contar com atendimento permanente por parte do Exército e da Prefeitura. "Graças ao programa, a comunidade está muito bem assistida, principalmente nas áreas médica e odontológica, considerando os exames e remédios entregues", afirmou, ressaltando que a maioria dos moradores são pescadores e, portanto, com necessidades bastante acentuadas.

É o caso do piloteiro e guia de turismo Mauro Bastos que, após passar pelo atendimento médico e receber itens de primeira necessidade, avaliou que a ação é de muita valia para as famílias, principalmente pela amplitude dos serviços de saúde. Em sua opinião, a localidade não tem do que se queixar da atenção recebida do Município, e que o Povo das Águas só veio complementar esse cenário. A diarista Clara de Freitas Bastos, que realizou o exame preventivo e cujas filhas receberam atendimento odontológico, reforçou que a maior dificuldade dos moradores locais continua sendo a locomoção para a cidade, o que torna a presença da equipe ainda mais essencial, devendo ser permanente.

Para o assessor executivo da Secretaria de Políticas Sociais, Luciano Silva de Oliveira, coordenador da ação, a avaliação parcial do trabalho é extremamente positiva, pois, apesar do tempo chuvoso, os objetivos estão sendo cumpridos, com atendimento integral às famílias que procuram pelos serviços. "Ainda hoje, na quinta edição do programa e na segunda viagem a Coimbra, ficamos impressionamos com a expectativa das pessoas pela chegada da equipe e com a alegria estampada em seus rostos ao serem atendidas, principalmente das crianças durante as oficinas educativas e lúdicas. Isso nos motiva a buscar a continuidade e ampliação da iniciativa", completou.