Corumbá será a 1ª cidade do País credenciada no Amamenta Brasil

Corumbá será o primeiro município do País a receber o credenciamento da Rede Amamenta Brasil. O reconhecimento do trabalho desenvolvido pela Secretaria Executiva de Saúde Pública, por meio da Gerência de Atenção Básica da Saúde da Criança/ Aleitamento Materno, será oficializado às 16h30 desta quarta-feira (17) no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez. O evento terá a presença da coordenadora nacional de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, Elsa Regina Justo Giugliane, e da coordenadora nacional da Rede Amamenta Brasil, Lílian Cordova Espírito Santo.

Com um trabalho desenvolvido em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), as orientações sobre a importância do aleitamento materno nos primeiros anos de vida do bebê refletem na diminuição da taxa de mortalidade infantil, entre outros inúmeros benefícios. Dessa forma, por meio da capacitação de tutores da Rede Amamenta Brasil e também de acompanhamento das mães, Corumbá é a cidade pioneira a requerer a certificação, bem como a receber o credenciamento em âmbito nacional.

O município pantaneiro já tem toda a rede de atenção básica à saúde com 25 tutores capacitados para acompanhar mães e crianças durante o período de amamentação. O processo de implantação da rede trouxe ao município 17 oficinas sobre aleitamento materno, cinco cursos de Manejo Básico em Amamentação, que resultaram na capacitação de 363 profissionais. Devido aos resultados satisfatórios, Corumbá foi escolhida uma das três cidades brasileiras (junto com Porto Alegre-RS e Brasília-DF) a participar de uma pesquisa pioneira sobre a forma como é feito o credenciamento dos municípios na Rede Amamenta Brasil.

O credenciamento será dado a 10 unidades de saúde, e a iniciativa permitirá o monitoramento dos indicadores de aleitamento materno nas áreas de abrangência utilizando o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional na Internet (SISVAN WEB). A ferramenta registra informações do estado nutricional e do consumo alimentar dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), e acompanha o fluxograma de atendimento à dupla mãe/bebê no período de amamentação.

O encontro desta quarta-feira deverá contar ainda com a presença da secretária estadual de Saúde, Beatriz Figueiredo; a coordenadora Ceab/SES, Adriana Maset Tobal; a gerente de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Estado, Fátima Cardoso Cruz Scarcelli; a gerente de Alimentação e Nutrição, Maria Aparecida Silva Cruz; a gerente de Igualdade Racial, Lucinda Pedrosa; e a gerente de Estratégia de Saúde de Família, Karine Cavalcante também confirmaram presença na solenidade, assim como as tutoras nacionais do Ministério da Saúde, Lylian Dalete Soares de Araújo, Márcia Maria Benevenuto de Oliveira e Valentina Simione Rodrigues.

A rede

A Rede Amamenta Brasil é uma estratégia de promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno na Atenção Básica, por meio de revisão e supervisão do processo de trabalho interdisciplinar nas unidades básicas de saúde. A iniciativa é apoiada nos princípios da educação permanente em saúde, respeitando a visão de mundo dos profissionais e considerando as especificidades locais e regionais.

A rede é fundamental para o aumento dos índices de aleitamento materno, além de pactuar ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno a partir da realidade das unidades básicas de saúde. Também é responsável por monitorar os índices de aleitamento materno das populações atendidas pelas unidades básicas de saúde certificadas.