Com show de artistas locais, Seresta atrai a família corumbaense

Artistas pratas da casa proporcionaram um belo espetáculo na noite de ontem, sexta-feira em Corumbá. Eles foram responsáveis pela Noite da Seresta que celebrou o Dia da Consciência Negra, ocorrido no último dia 20 de novembro, e que atraiu um grande público à Praça da Independência. Mais uma vez, o que se viu, foi a família corumbaense prestigiando um evento realizado pela Prefeitura, que já se tornou uma tradição na cidade. E não eram somente adultos. Crianças também entraram no clima e encantaram a todos com muita dança, dividindo os aplausos da platéia com os cantores locais.

A Noite da Seresta é organizada pela Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, por meio da Superintendência de Cultura. Foram mais de três horas de show, com músicas variadas e direito a uma participação especial de alunos da Oficina de Dança do Pantanal, que arrancaram aplausos dos presentes.

No palco montado no coreto da praça se revezaram Marinho Azevedo (foi uma das atrações do programa matinal da TV Globo, Mais Você, com Ana Maria Braga), Elizeth, Doralina, Franklim Melo, Bianca Scoti, Dionísio Maldonado (vice-cônsul do Paraguai que embalou a todos com muita polca paraguaia), Coutinho, Dudu do Grupo Sedução, Evandro, Bernar e Lú Barreto.

O grupo embalou a platéia com muita música brasileira e até mesmo de outras nações, entre elas, New York, New York, de Frank Sinatra, na voz de Coutinho, que já se tornou num corumbaense e estreou na Noite da Seresta. O evento reservou um momento especial aos homenageados da noite, com as participações de Franklim Melo, declamando uma poesia em homenagem a Zumbi dos Palmares, e nas vozes marcantes de Evandro e Doralina com Cantos das Três Raças, Negro Zumbi e 100 anos de liberdade.

"É uma opção que o corumbaense tem. Eu gosto e quando tem, estou aqui presente", afirmou Lizele da Silva Oliveira, 37 anos, moradora no bairro Cristo Redentor. Para ela, a distância do centro não lhe tirou a vontade de participar da festa. Mesmo com uma filha de três meses, Maria Eduarda, ela se fez presente e com a criança no colo, entrou no ritmo do show. "Ela (Maria Eduardo) está começando ouvindo música desde cedo", celebrou, apresentando a mãe, Antônia da Silva, 64 anos, outra fã da Noite da Seresta. "Trabalho fora da cidade, mas é o meu programa sempre quando estou aqui", destacou.