Campanha dos 16 Dias de Ativismo prossegue nesta segunda-feira

A campanha "16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher" continua nesta segunda-feira (27) no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS III), no bairro Generoso, com uma roda de conversa coordenada pela Gerência de Políticas Públicas para a Mulher. A atividade começa às 14 horas, e a programação completa da iniciativa se estende até o dia 10 de dezembro.

Na última sexta-feira (27), a campanha reuniu alunos dos Centros de Formações de Condutores (CFCs) no auditório do Sindical Rural de Corumbá, onde foi debatido o tema "Traçando o perfil da mulher condutora". A psicóloga Olga Ferreira Sanabria, especializada em trânsito, proferiu palestra sobre o assunto.

A diretora-presidente da Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), Silvana Ricco, apresentou dados sobre o tráfego de veículos na região. Segundo ela, nos últimos 10 anos, a frota que circula pelas ruas de Corumbá cresceu mais de 150%. "Em 2000 eram 10 mil veículos, contando motos e caminhões. Neste ano, o Detran já cadastrou 25 mil veículos, sem contar aqueles com placas de Ladário e da Bolívia", destacou.

O número de motocicletas também cresceu muito no período. "Eram 1 mil há dez anos, e hoje são mais de 7 mil", disse Silvana. Este é um dos fatores que colaboraram para o crescimento do número de acidentes. Em 2009, a Agetrat registrou 710 ocorrências, sendo que, somente até agosto deste ano, o número chegou a 700.

Durante a atividade, Silvana Ricco lembrou ainda a agressão sofrida por uma agente de trânsito. "Ela abordou uma condutora que estava com a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e o licenciamento do veículo vencidos. São atitudes que não podemos admitir", complementou.

16 Dias

Coordenada pela Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Promoção da Cidadania/Gerência de Políticas Públicas para a Mulher, a programação da campanha ainda prevê palestras, fóruns, rodas de conversas, blitz e atos envolvendo instituições que lutam pela garantia dos direitos do público feminino. As atividades terminam no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

A iniciativa conta com a parceria do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Instituto de Mulheres Negras do Pantanal, Jornal da Mulher, Conselho dos Direitos da Mulher de Aquidauana, Funec, Agetrat, Grupo UNO da UFMS (Campus do Pantanal), Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, Secretaria Executiva de Assistência Social, Fórum de Mulheres do Campo, DASSC, Central Única das Favelas (CUFA) – Núcleo "Maria Maria", Casa dos Conselhos e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Subseção Corumbá.

Programação

29 de novembro (segunda-feira)
Roda de Conversa
Horário: 14
Local: CRAS III

30 de novembro (terça-feira)
Encontro do Fórum de Mulheres do Campo contra a violência
Horário: 14h
Local: Assentamento São Gabriel – Lote 12 (Casa da Vera)

01 de dezembro (quarta-feira)
Festa Rosa Choque
Horário: 18h
Local: Rua Antônio Maria, 350 – em frente ao Hotel Santa Mônica

03 de dezembro (sexta-feira)
Ato de reconhecimento aos homens que contribuem no enfrentamento à violência contra a mulher
Horário: 19h30
Local: Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez

04 de dezembro (sábado)
Roda de conversa com a juventude
Horário: 14h
Local: Igreja São José Operário

05 de dezembro (domingo)
Projeto Pôr do Som
Horário: 18h
Local: Porto Geral

07 de dezembro (terça-feira)
Rodas de conversa
Horário: 14h30 e 15h
Local: CRAS I e CRAS Central

08 de dezembro (quarta-feira)
Encontro Interconselhos
Horário: 18h
Local: Casa dos Conselhos

10 de dezembro (sexta-feira)
Roda de Conversa
Horário: 14h
Local: CRAS I