Turistas e moradores podem usufruir do mergulho contemplativo

Tanto para o turista que escolheu o Pantanal para passar o feriado prolongado do Dia das Crianças, quanto para o morador local que optou por não deixar Corumbá, uma ótima opção para esses dias é o mergulho contemplativo, aqui mesmo no município pantaneiro. Neste caso, basta trocar a vara de pesca por máscaras, nadadeiras e snorkel (respirador) e mergulhar nas águas cristalinas existentes na região, que proporcionam um profundo contato com a natureza e momentos de grandes emoções.

Quem atesta esta prática é o advogado Ricardo Kassar, 54 anos, um corumbaense nato que, há mais de 34 anos, pratica o esporte nos chamados corixos pantaneiros, repletos de peixes, inclusive o tucunaré da Amazônia, e de uma vegetação subaquática das mais variadas cores. "Além da tradicional pesca, o Pantanal de Corumbá oferece mais esta opção. Não tenho dúvidas de que este é um grande segmento do turismo para ser explorado, pois se trata de uma atividade que proporciona um enorme prazer", diz.

Para o especialista, a prática já é uma realidade no Pantanal corumbaense. "Temos vários pontos de mergulho, especialmente na região do Porto São Pedro", diz, referindo-se à localidade do Xané, no Paiaguás. "Lá, temos vários corixos de água cristalina, como o São José, o Piúva, o Mata Cachorro e corixo os Porcos, enfim, uma infinidade deles que propiciam a prática do mergulho contemplativo, o mergulho de flutuação. Quem pratica este esporte se deslumbra com o visual. É uma atividade que nos envolve de forma intensa e renova as energias", descreve.

E motivos para isto ele tem de sobra e faz questão de repassar àqueles que tenham interesse na prática do mergulho contemplativo. "Além de você poder se deliciar com a fauna ictiológica, existe uma flora exuberante, com vários tipos de vegetação subaquática, que emerge. Enfim, é uma atividade que envolve, faz esquecer dos problemas do mundo externo. A partir do momento em que a pessoa faz o mergulho de contemplação, ela se envolve com o meio ambiente e esquece de tudo", reforça.