Promotor recebe relatório da auditoria realizada na Santa Casa

O promotor Ricardo de Melo Alves, da Promotoria de Justiça e Cidadania, recebeu nesta sexta-feira (01) o primeiro relatório da auditoria realizada na Santa casa de Corumbá. Os documentos foram entregues pelo presidente da Junta Interventora que administra a instituição, Lamartine de Figueiredo Costa, pelo secretário executivo de Saúde Pública, Lauther da Silva Serra, e pelo procurador-geral do Município, Marcelo Dantas.

As informações levantadas pela empresa BDO do Brasil Auditores Independentes serão apresentadas à comunidade nesta segunda-feira (04), às 14 horas, na sala Nabileque, no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez. A explanação faz parte do acordo judicial firmado em maio deste ano entre o Ministério Público Estadual (MPE), as prefeituras de Corumbá e Ladário e a Secretaria Estadual de Saúde.

A auditoria realizada é referente ao ano de 2008. A BDO do Brasil encaminhou dois cadernos contendo todas as informações referentes à gestão do Hospital de Corumbá em 2008, apesar da ausência de documentos e notas fiscais constatados pela empresa. Outras irregularidades também verificadas durante aquele ano.

Segundo foi apurado pela Junta Interventora, a dívida do Hospital gira em torno de R$ 12 milhões, sem contar duas transações bancárias (empréstimos) no ano de 2009. A primeira foi em maio, no valor de R$ 2 milhões, e a segunda em dezembro, de R$ 1 milhão.

No encontro com o promotor, Lamartine reafirmou que a administração do Hospital de Caridade de Corumbá tem urgência na conclusão de todo o trabalho, visando encaminhar relatórios referentes ao ano de 2009 e parte de 2010 ao Ministério Público Estadual para que sejam tomadas todas as providências necessárias.