Prefeitura e Acert debatem ações para o turismo em Corumbá

Uma reunião entre a Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal e a Associação dos Empresários do Turismo de Corumbá (Acert), na manhã desta quarta-feira (27), debateu melhorias para o setor e propostas relacionadas ao fechamento da pesca, que ocorre no dia 5 de novembro. Durante o encontro, realizado no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez, representantes do Poder Público e empresários e discutiram diversos pontos que podem resultar em mais opções ao trade turístico durante o período da piracema, até 1º de fevereiro de 2011, sendo que a modalidade de pesque-e-solte estará liberada a partir do dia 28 do mesmo mês.

Uma das opções discutidas foi a implantação de passeios ecológicos, com pacotes direcionados à visitação e contemplação da fauna e flora disponíveis na planície pantaneira. A reunião também definiu quais ações serão postas em prática para encerrar a pesca na região, além de uma forma de a Acert e a Prefeitura Municipal fazerem um balanço das ações realizadas durante a temporada 2010. "Esta parceira é de suma importância, pois tem impulsionado nossa atuação, resultando no acompanhamento dos nossos trabalhos", comentou a presidente da entidade, Joice Carla Santana Marques, destacando a importância do contato direto do Município com o setor.

Para o diretor presidente da Fundação de Cultura e Turismo e secretario executivo de Relações Institucionais, Carlos Porto, esta é a função da Prefeitura: trabalhar junto com as instituições. "Como somos um dos destinos indutores do País, temos que estar sempre atentos e fazendo a lição de casa. São várias tarefas desenvolvidas pelo Município para aprimorar e fomentar o turismo na região", disse. Considerado um dos setores mais aquecidos de Corumbá, o turismo pesqueiro movimenta a economia local com a saída dos barcos-hotéis, que levam os visitantes do Brasil e do mundo para pescar no Pantanal sul-mato-grossense.