Moradores do bairro Centro América comemoram asfalto novo

"Agora sim, ficou bom", comemora Izanil Eloi de Moraes, 57 anos, um dos mais antigos moradores da Rua Totico de Medeiros, no bairro Centro América. Feliz com o novo asfalto que passa bem em frente à sua casa, ele – que há mais de 18 anos reside na região – acompanhou de perto toda a transformação pela qual passou o bairro nos últimos anos. "Quando vim para cá, essa quadra toda era quase que um brejo. Tinha até jacaré e criançada pescando por aqui", recorda.

Naquela época, eram apenas seis casas localizadas na rua que liga a Geraldino Martins de Barros, antiga Oriental, até a Albuquerque, já na saída para a BR-262. Com o passar dos anos e a implantação de toda a infraestrutura pela Prefeitura de Corumbá, centenas de famílias se mudaram para a Totico de Medeiros. Hoje são muito poucos os terrenos ainda sem edificação.

E a tendência é que esses lotes estejam ocupados muito em breve. "Com o asfalto, a galeria (de águas pluviais) e o esgoto, esse lado de Corumbá vai valorizar bastante", observa Izanil, lembrando que a poucos metros dali estão sendo construídos o Parque Urbano Zumbi dos Palmares e o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS). Mas a maior conquista, na opinião do morador, é o fim dos alagamentos que ocorriam na área em épocas de chuvas fortes.

"A água descia do morro e entrava em muitas casas por aqui", conta o morador. Uma das piores enchentes foi registrada entre o fim de 2004 e início de 2005. "Essa rua ficou de um jeito que parecia uma corredeira", compara. O problema começou a ser definitivamente solucionado em 2007, quando a Prefeitura deu início às obras de drenagem e pavimentação asfáltica em praticamente todo o Centro América.

São mais de R$ 5,1 milhões investidos na implantação de uma galeria de águas pluviais que vai permitir a ligação da parte alta da cidade até o Rio Paraguai. Os serviços estão sendo executados com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, com contrapartida do Município. Depois de receber toda a rede de drenagem e o esgotamento, a Totico de Medeiros ainda foi rebaixada em alguns centímetros antes de receber o Tratamento Superficial Duplo (TSD), um tipo de asfalto mais apropriado para o terreno existente em Corumbá.

"Moro aqui há seis anos e já vi essa rua ficar igual a uma piscina. No ano passado mesmo, houve uma chuva mais forte em que a água chegou a entrar na casa de alguns vizinhos", diz Telma Bruno, 27 anos. "Com esse rebaixamento que fizeram agora, acredito que esse tipo de problema não deve mais ocorrer", constata a moradora.

São aproximadamente 500 metros de asfalto novo e, se o tempo permanecer estável, sem chuvas, o trabalho deve ser finalizado até o fim da próxima semana. Os funcionários da empreiteira responsável pela obra estão concluindo a construção do meio fio e da sarjeta na via pública. O asfaltamento foi todo realizado com recursos próprios da Prefeitura de Corumbá.