Mega operação contra dengue começa dia 5, no centro de Corumbá

A Prefeitura de Corumbá inicia na próxima semana, uma mega operação de combate à dengue. Os trabalhos começam pela região central da cidade, com visita a 40 imóveis fechados ou desocupados, bem como a terrenos baldios, para eliminação de focos da doença. A ação será semelhante aos trabalhos desenvolvidos a partir do final do ano passado e no primeiro semestre de 2010, envolvendo um grande número de parceiros, para evitar que a região volte sofrer uma epidemia da doença, a exemplo do que ocorreu em 2009.

Desta vez, a operação será desenvolvida em toda a fronteira entre Brasil e Bolívia, envolvendo Ladário e as cidades bolivianas de Puerto Quijarro, Puerto Suarez e Arroyo Concepcion. A coordenação estará a cargo da Secretaria Executiva de Saúde Pública, ligada à pasta da Secretaria Municipal de Ações Sociais.

O primeiro passo, em Corumbá, será visitar estes 40 imóveis, trabalho que será desenvolvido por duas equipes. O mutirão de limpeza contará com participação da Vigilância Sanitária, responsável pela abertura dos imóveis e autuação dos proprietários. "Dois caminhões nos auxiliarão para retirada do lixo. Além disso, vamos fazer limpeza, tratamento e instalação de capas em reservatórios", afirmou Viviane Ametlla, gerente de Vigilância em Saúde da Prefeitura.

Os imóveis que serão visitados pela equipe um estão localizados nas ruas Manoel Cavassa, números 431 e 420; Ladeira Cunha e Cruz, 143; Alameda Portigual, 44 – 1 e 44 – 2; Euricles Campos, 10 e 10 – 1; General Rondon, 375, 01, 10, 621, 587 (quatro imóveis), e imóvel sem número no quarteirão 11; Antônio João, 107 e 163, e Tiradentes, 166.

A equipe dois vai visitar imóveis localizados na Alameda Portugal números 04, 67, 81 e 72; Euricles Campos, 31 e 42; General Rondon, 246; Manoel Cavassa, 423; Tiradentes, 166 (1 e 2); Delamare, 577 e 571, e na rua 13 de Junho, números 562 (três imóveis), 612, 600 (dois imóveis), 720 e 734.

A mega ação é fruto de uma parceria entre as Prefeituras de Corumbá e Ladário, e a Alcadia de Puerto Quijarro, com apoio do Exército Brasileiro, Marinha do Brasil, Quinto Distrito Naval "Santa Cruz", Alcadias de Arroyo Concepcion e Puerto Suarez, Polícia Ambiental, Embrapa Pantanal, Comitê Municipal no Combate a Dengue, ANVISA, Conselho Municipal do Meio Ambiente, PrevFogo, Corpo de Bombeiros, Sanesul, Unipav, Votorantim, Agesa, Andorinha cargas, Sanesul, Conselho Municipal de Saúde , Ministério Público Federal, entre outros.