LIRAa aponta alto índice de infestação do Aedes aegypti na Bolívia

O Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) realizado na cidade boliviana de Puerto Suarez apontou um alto índice de infestação do mosquito transmissor da dengue, causando preocupação ainda maior nas autoridades do setor de saúde pública de Corumbá. Os números foram divulgados pela Secretaria Executiva de Saúde Pública, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), segundo o qual o índice de infestação predial naquele município chegou a 16,8%, representando alto risco de epidemia.

Para a bióloga sanitarista Grace Bastos, chefe do CCZ, a situação em Puerto Suarez é extremamente preocupante, havendo necessidade da realização de um grande mutirão de limpeza, bem como de um trabalho de conscientização da população. "Assim como em Corumbá, em Puerto Suarez a maior incidência de focos está nos reservatórios de água localizados ao nível de solo. O importante é que já há um entendimento com o setor de saúde do município boliviano para o desenvolvimento de ações, visando eliminar os focos", explicou.

Grace observou também que, além da preocupação demonstrada pelas autoridades de Puerto Suarez, outro ponto positivo foi o envolvimento dos alunos da rede de ensino da cidade boliviana. "Eles participaram ativamente do trabalho, demonstrando consciência e serão fundamentais para transmitir conhecimento à comunidade", acentuou, afirmando ainda que, além do mutirão de limpeza, os moradores devem estar atentos e eliminar os focos da dengue em seus domicílios.

O LIRAa foi executado no município vizinho por agentes de endemias da Prefeitura de Corumbá, com apoio de integrantes do setor de saúde pública da Bolívia, bem como dos estudantes. O trabalho foi realizado no centro da cidade, que apontou incidência de infestação de 21,62%; e nos bairros San Antonio, com 21,33%; Las Pedritas, com 17,65%, estação de trem, 23,81%, e 3 de Maio, 8,67%. Além dos reservatórios de água ao nível de solo, outros depósitos preocupantes são vasos, pratos e frascos com planta, além de bebedouros de animais, com 16%. De um total de 601 imóveis visitados, foram encontrados focos da dengue em 119.

O levantamento foi realizado no dia 16 de outubro e fez parte de uma ação em parceria entre as prefeituras de Corumbá e Puerto Suarez. A iniciativa foi acertada durante um encontro do secretário executivo de Saúde Pública, Lauther da Silva Serra; da gerente de Vigilância em Saúde, Viviane Ametlla, e do presidente do Conselho Municipal de Saúde, Gumercindo Sarapião Tony de Carvalho, com o prefeito de Puerto Suarez, Roberto Vargas.

Puerto Quijarro

Em Puerto Quijarro, o LIRAa foi realizado no último sábado (23). Os números estão sendo fechados pelo CCZ e também são preocupantes. "Estamos fechando o trabalho, mas já temos uma visão da situação em Quijarro, como também em Arroyo Concepcion. Nestas duas localidades, todas as equipes coletaram larvas do Aedes aegypti. O pior de tudo é que os focos estão em todos os tipos de depósitos. Não há um predominante", informou Grace.

A bióloga explicou ainda que, nas duas cidades da fronteira, além de um mutirão de limpeza, deverá ser realizado um grande trabalho de conscientização. "A população deve se envolver, limpar seus quintais, eliminando os focos", observou. Como em Suarez, um ponto positivo foi o envolvimento dos alunos durante o levantamento. "Eles também tiveram uma grande contribuição e, agora, passam a ser multiplicadores", ressaltou.