Ruiter diz que critérios técnicos vão definir projetos do PAC 2

Fotos: Paulo Goularte


Reunião com o GEPAC em Brasília foi importante para discutir detalhes dos projetos de Corumbá no PAC 2

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) participou na tarde desta quarta-feira (01) da reunião técnica com o Grupo Executivo do Programa de Aceleração do Crescimento (GEPAC), em Brasília. O encontro foi comandado pela coordenadora-geral do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Míriam Belchior, com a participação de representantes dos ministérios das Cidades, Integração Social, Transportes e da Caixa Econômica Federal.

“Nesta reunião foram confirmados os demais critérios técnicos e notas explicativas que definirão os projetos atendidos na próxima etapa do PAC”, explicou Ruiter. A prioridade do governo federal, continuou o prefeito, serão as obras que estiverem mais avançadas nas fases de estudo e orçamento. “Dentro de 13 dias vamos retornar a Brasília já com os projetos mais adiantados, já em fase de pré-licitação”, complementou o chefe do Executivo municipal.

No caso de Corumbá, são intervenções nas áreas de habitação, pavimentação, drenagem e urbanização (construção escolas, postos de saúde e praças). “Como não havia limite para os valores dos projetos, todas as cidades apresentaram todos seus pleitos. Com isso, os recursos solicitados ficaram quase 10 vezes maior que o empenho pré-definido pelo governo federal”, disse o prefeito.


Nelsinho Trad, de Campo Grande, e Ruiter na reunião em Brasília

O município encaminhou ao Governo Federal projetos que totalizam investimento de R$ 120,7 milhões em obras que atendem os bairros Aeroporto, Popular Nova, Jardim dos Estados, Nova Corumbá e Guatós. Também foi enviada proposta para construção de encosta nos bairros Beira Rio, Generoso, Cervejaria e Hawai.

Na área de habitação, a Prefeitura entrou com dois projetos no valor total de R$ 31,2 milhões. A Prefeitura pretende também, por meio do PAC 2, construir uma escola modelo na região dos bairros Guatós e Nova Corumbá, além de outras duas unidades de ensino, uma na Popular Nova e outra na região do Cristo Redentor. Já os bairros da Popular Nova, Aeroporto e Cristo Redentor, seriam atendidos com unidades de saúde.

Outros projetos apresentados prevêem obras de infraestrutura, um visando à recuperação do pavimento da área central da cidade, no valor de R$ 8 milhões, e o segundo para mais obras de pavimentação asfáltica no bairro Maria Leite, de R$ 2,5 milhões. Os projetos selecionados devem ser anunciados no dia 30 de setembro.


Ruiter, acompanhado de Porto, Cássio e Ametlla, considerou reunião e encontro com Miriam Belchior, coordenadora do PAC, importante

Rodrigo Nascimento – Subsecretaria de Comunicação Institucional