Corumbá reconhece trabalho de cidadãos com doação de nomes

O ato de governo no qual o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) lançou, na noite desta segunda-feira (27), um pacote de investimentos de R$ 11,1 milhões para Corumbá foi marcado por emoção e reconhecimento ao trabalho de alguns de seus cidadãos. Com a visão de que todos os objetivos das ações realizadas na cidade têm como foco o bem-estar das pessoas, a Administração municipal homenageou seis famílias corumbaenses, conferindo a obras em execução o nome de personalidades que, de uma forma ou de outra, contribuíram para o progresso e o desenvolvimento da cidade. A solenidade marcou o encerramento das comemorações dos 232 anos do município.

Na presença das famílias dos homenageados e representantes de diversos segmentos da sociedade local, Ruiter assinou o termo de autorização do processo de doação de nomes aos equipamentos públicos. O documento confere ao Centro de Educação Infantil do Bairro Guatós o nome da professora Hélia da Costa Reis; à escola e creche em construção no bairro Aeroporto o nome do professor Djalma de Sampaio Brasil; ao centro de saúde do bairro Vitória Régia o nome de José Abílio Maciel de Barros; ao centro de saúde do conjunto Kadiwéus o nome de Lúcia Maria Pereira de Carvalho; ao viaduto em construção na Rua 13 de Junho o nome de Antônio Paulo Saab; e ao Albergue da Fraternidade da Rua Edu Rocha o nome de José Lins.

Para o médico Nilton Grei Otto Lins, que falou pelas famílias homenageadas, a administração do prefeito Ruiter não poderia ser mais feliz ao escolher tais pessoas e prestar esta justa homenagem a cidadãos que tanto se destacaram em suas áreas e muito fizeram para o crescimento local. "Para nós, familiares, é uma grande honra ver reconhecido o trabalho desses grandes cidadãos, pela homenagem na noite de hoje e, sobretudo, pela perpetuação de seus nomes e legados em tão importantes equipamentos que muito ajudarão a população corumbaense a ter uma vida melhor", disse, ressaltando que Corumbá vive um "momento singular em sua história".

Para o prefeito Ruiter, a homenagem tem o propósito fundamental de mostrar às gerações presentes e futuras o entendimento de que o sucesso de um povo é resultado direto do trabalho e dedicação de seus homens e mulheres, bem como da capacidade deles de dar exemplos e conquistar amigos. "Entendemos que o reconhecimento a essas qualidades e a esse esforço enobrece ainda mais o nosso povo e dá uma dimensão ainda maior ao orgulho de sermos corumbaenses, pois, quanto maior a capacidade de um povo de compreender e perpetuar os feitos e as buscas de seus personagens, maior é a sua chance de sucesso", observou.

Homenageados

O primeiro homenageado da noite foi o professor Djalma de Sampaio Brasil, nascido em 1º de julho de 1928, em Santo Antônio de Leverger-MT, e que aportou em Corumbá ainda em 1950, a partir de quando lecionou em diversos educandários das redes municipal, estadual e privada. A Administração municipal também reconheceu a trajetória da professora Hélia da Costa Reis, que nasceu em 9 de janeiro de 1944, em Irajá-RJ, e construiu uma história nas instituições de ensino de Corumbá, tendo sido secretária municipal de Educação e Cultura, além de membro da Academia de Literatura e Estudos do município.

Na área da saúde, o médico pediatra José Abília Maciel de Barros, nascido em 28 de maio de 1934 e formado na hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), teve o trabalho reconhecido pela incalculável contribuição à Medicina corumbaense, como médico e como secretário municipal de Saúde. A também médica pediatra Lúcia Maria Pereira de Carvalho, nascida em 18 de setembro de 1967, recebeu a homenagem da Prefeitura por tantas crianças que atendeu no posto Kadiwéus, no Hospital de Caridade de Corumbá e em outras unidades de saúde da cidade.

Por seu incansável e frutífero trabalho em prol do desenvolvimento econômico regional, a homenagem dirigiu-se também ao pecuarista José Lins, que nasceu em 23 de novembro de 1925, em Cáceres-MT. Funcionário da Receita Federal e da Comissão Mista Brasil/Bolívia que construiu a ferrovia de Corumbá a Santa Cruz, foi o primeiro presidente do Albergue da Fraternidade. Mesmo sem ter tido tempo necessário para demonstrar seu talento, o jovem estudante de Engenharia Civil Antonio Paulo Saab, nascido em 27 de abril de 1964 e falecido em 31 de maio de 1981, foi homenageado porque conquistou a todos por sua inteligência, dedicação e carisma.