Conjunto do PAC-Casa Nova ganha uma moderna praça esportiva

Marcos Boaventura

A praça está sendo edificada em área de 10.730 m2 e será dotada de todos os equipamentos necessários para prática esportiva e de lazer

A Prefeitura de Corumbá cumpre mais uma etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) com a construção da praça esportiva no bairro Guató, onde estão sendo construídas 800 casas do PAC-Casa Nova. A obra faz parte do grande projeto que está sendo executado na região por meio de uma parceria entre o Governo Federal e o Município, e será idêntica à praça entregue pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), em 2009, no bairro Nova Corumbá. A edificação também foi uma solicitação da comunidade local durante a Ação Prefeito Presente.

A praça está sendo edificada em uma área de 10.730 metros quadrados e será dotada de todos os equipamentos necessários para prática esportiva e de lazer, inclusive com acessibilidade. Será dotada de um campo de futebol, uma quadra polivalente (vôlei, basquete, handebol e futsal), uma quadra de areia, dois playgrounds, uma pista para caminhada, aparelhos de ginástica e quatro áreas de descanso com pergolados.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Integrado, Ricardo Ametlla, será uma praça totalmente urbanizada e iluminada, com arborização e bancos. Até o campo de futebol, as quadras de areia e a poliesportiva contarão com torres de iluminação, para utilização no período noturno. Ele lembra que o novo espaço faz parte de um amplo projeto de apoio à urbanização de assentamentos precários, atendendo famílias do bairro Cravo Vermelho III, conjunto Tiradentes, Loteamento Pantanal, Lar Doce Lar, Generoso, Cervejaria e Beira Rio.

“O projeto PAC-Casa Nova conta com toda a infraestrutura necessária, como drenagem de águas pluviais, pavimentação asfáltica, uma pré-escola e creche, Unidade Básica de Saúde, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), e esta praça de esporte e lazer que está sendo construída”, observou o secretário. Em todo o projeto estão sendo investidos R$ 28.525.000, sendo R$ 24.246.250 oriundos do Governo Federal, repassados pelo Ministério das Cidades, e outros R$ 4.278.750 de contrapartida municipal. Somente em drenagem, a previsão é a implantação de 800 metros de galerias de água pluvial, além de 45,8 mil metros quadrados (28 quadras) de pavimentação asfáltica e esgotamento sanitário.

O novo conjunto está sendo edificado em uma área equivalente a 13 quadras. Cada uma delas contará com 68 unidades, com ruas (alamedas) pavimentadas, além de uma área verde no centro, para atender a comunidade local. Quatro lotes ficarão vazios e destinados ao comércio. Além de reduzir déficit habitacional, o novo conjunto trará uma série de benefícios, principalmente social, a uma população estimada de 7,2 mil pessoas que irão usufruir dos equipamentos previstos no projeto.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional