Com revitalização, Beco da Candelária dá novo visual ao Porto

Clóvis Neto

Conforme o secretário Ricardo Ametlla, a intenção do prefeito Ruiter é entregar a obra nas comemorações dos 232 anos de Corumbá

A obra ainda não foi finalizada, mas o Beco da Candelária já ganhou um novo e belo visual e, com a conclusão dos serviços, vai completar a urbanização do Porto Geral de Corumbá, às margens do Rio Paraguai. O local já recebeu inúmeras melhorias por meio do Programa Monumenta, do Governo Federal, com contrapartida da Prefeitura Municipal. Os trabalhos estão na fase final, com a implantação de uma praça e mirante às margens do rio, próximo ao bairro Beira Rio.

Na manhã desta quinta-feira (29), o secretário municipal de Desenvolvimento Integrado, Ricardo Ametlla, vistoriou as obras no Porto Geral e reafirmou que a intenção do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) é entregá-las à comunidade durante as comemorações dos 232 anos de fundação de Corumbá, em 21 de setembro.

“É uma obra que integra toda esta estrutura do Porto Geral. Primeiro foi a urbanização do próprio Porto, passando pela construção do Centro de Convenções, urbanização e paisagismo da Travessa Mercúrio e, agora, com a urbanização e revitalização do Beco da Candelária. São investimentos importantes, definidos como prioridades pelo nosso prefeito, que transformarão por completo a região”, afirmou Ametlla.

Conforme o secretário, as intervenções no Beco da Candelária somente estão sendo possíveis após realização de uma obra na Rua Antônio João. No local, a prefeitura executou serviços de contenção de encostas, drenagem e canalização. “Somente após o trabalho foi possível iniciar a intervenção no beco”, observou.

A primeira etapa já foi concluída com recuperação da escadaria que dá acesso à parte alta, inclusive com mureta de proteção, além de iluminação e urbanização de todo o trecho entre a Avenida General Rondon e a Rua Manoel Cavassa. A área recebeu novo piso, mudando completamente o visual do local, antes sem qualquer tipo de infraestrutura. Agora, a prefeitura está concluindo o mirante e a praça às margens do Paraguai.

Ametlla salientou que tudo faz parte do projeto de revitalização do Porto Geral, dentro da área tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional. No local estão sendo investidos cerca de R$ 450 mil, fruto de uma parceria entre a o Município e o Governo Federal, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional (IPHAN), no âmbito do Programa Monumenta. No ano passado, a prefeitura, também em parceria com o Governo Federal, urbanizou e revitalizou a Travessa Mercúrio, com investimento de R$ 168.589,08.

Monumenta

O Programa Monumenta tem como principal objetivo estimular a conservação dos imóveis e, consequentemente, dos sítios históricos, para que a população tradicional permaneça em área protegida, preservando as atividades locais. Corumbá é uma das cidades históricas do Brasil contempladas pelo programa, que já possibilitou a recuperação de patrimônios como o Porto Geral e o próprio prédio do Iphan, todos no Casario do Porto Geral.

Ainda no porto, a atual administração revitalizou o antigo prédio da Portobras, hoje transformado em um dos mais belos cartões postais do Pantanal. É o Centro de Convenções de Corumbá que está em sua fase final com a construção do segundo bloco, um novo auditório para 750 pessoas, além de um segundo estacionamento. A obra está incluída no Programa Turismo Brasil, do Ministério do Turismo. Os investimentos somam cerca de R$ 8 milhões, sendo 50% em recursos próprios do Município.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional